Agropecuária


Idam participa de visita técnica em áreas de manejo do Pirarucu

Durante a agenda foi realizada uma reunião na comunidade São Raimundo do Jarauá, localizada no município de Alvarães

| Foto: Divulgação/Idam

Manaus - Uma equipe técnica do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) acompanhou a visita do secretário nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, e a diretora do departamento de inspeção de produtos de origem animal (Dipoa), Ana Lúcia de Paula, nos municípios de Tefé e Alvarães.

Os representantes do Governo Federal tiveram um panorama da cadeia produtiva da pesca manejada do pirarucu no Amazonas.

A equipe do Idam foi composta pelo gerente de apoio à aquicultura e pesca do Idam, Daniel Borges, e pelo gerente de crédito rural, Luiz Antônio.

Segundo o gerente do Idam, Daniel Borges, que representou o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, durante a atividade, a agenda iniciou no Instituto Mamirauá, em Tefé, com a palestra da coordenadora de pesca do instituto, Ana Cláudia Torres, onde apresentou a evolução do manejo do pirarucu, destacando a importância da organização social e os principais entraves para o desenvolvimento da cadeia.

Durante a agenda foi realizada uma reunião na comunidade São Raimundo do Jarauá, localizada no município de Alvarães.

Segundo Daniel Borges, essa comunidade é pioneira no processo de manejo participativo do pirarucu. A demanda surgiu na década de 1990 pelos próprios pescadores que queriam trabalhar de forma legalizada assim, o Instituto Mamirauá encaminhou ao Ibama no Amazonas um projeto solicitando a autorização para a pesca do pirarucu dentro de um sistema de exploração sustentável experimental.

“O projeto foi aprovado em 1999, ano em que ocorreu a primeira pesca manejada. Desde então, o manejo de pirarucu continua sendo realizado e vem sendo expandido na comunidade e em outras áreas do Estado”, detalhou o gerente. 

O secretário de estado do meio ambiente, Eduardo Taveira, o diretor-presidente da Agência De Defesa Agropecuária E Florestal (Adaf), Alexandre Araújo, o diretor-presidente da Agência De Desenvolvimento Sustentável (ADS), Sérgio Litaiff Junior, o diretor técnico da ADS, Tomás Sanches e o secretário executivo de pesca e aquicultura (Sepa/Sepror), Leocy Cutrim, também acompanharam a comitiva e puderam participar das discussões e mostrar as políticas públicas que o Governo do Estado do Amazonas vem implantando para o setor.

As comitivas do Governo Federal e Estadual tiveram a oportunidade de reunir com os pescadores manejadores e acompanharam a pesca do pirarucu manejado na área do acordo de pesca do Pantaleão, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Amanã, acompanharam a despesca do pirarucu, sendo possível acompanhar o processo desde a captura, abate e embarque.

“A participação da equipe técnica do MAPA foi fundamental para que conheçam a realidade das comunidades, as estruturas de abate do pirarucu e principalmente, juntamente, com a Adaf, propor alternativas para regularização das estruturas existentes”, afirmou Daniel. 

Feira do Pirarucu Manejado

A agenda encerrou no último sábado, em Tefé, com a visita do governador do Amazonas, Wilson Lima, na 16º Feira do Pirarucu Manejado e na feira de produtos regionais da ADS onde foram comercializados 160 pirarucus com média de 55 quilos.

A feira celebra o final de um ciclo de 10 meses de trabalho dos pescadores que atuam vigiando e protegendo os lagos contra invasores, fazendo a contagem de peixes para determinar o volume de retirada anual, pescando e fazendo o beneficiamento da carne.

O resultado é que, neste ano, a pesca sustentável resultou em um aumento de 50% na oferta de pirarucus para comercialização em relação ao ano passado. 

“Depois de 10 meses de muita luta conseguimos oferecer na feira um peixe de melhor qualidade. A feira, que representa o final da pesca, é uma festa para cada pescador envolvido”, disse o presidente da Colônia de Pescadores de Alvarães, Raimundo de Oliveira Queiroz.

*Com informações da assessoria

Veja mais:

Wilson Lima destaca avanços do AM para atividade de manejo do jacaré

Órgãos discutem soluções técnicas para manejos de pesca no Amazonas

Produtores do setor primário de Tefé recebem investimento de R$80 mil