Fonte: OpenWeather

    Cesta básica


    Salário deveria ter sido de R$ 5.289,53 em novembro, aponta pesquisa

    Cálculo é baseado no valor que um trabalhador e a família dele gastariam com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência

    O valor ideal é calculado com base no preço da cesta básica mais cara do país | Foto: divulgação

    O salário mínimo ideal para manter uma família de quatro pessoas deveria ter sido de R$ 5.289,53 em novembro, segundo estimativa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O valor ideal é calculado com base no preço da cesta básica mais cara do país e representa 5,06 vezes o salário mínimo atual, de R$ 1.045. 

    De acordo com o Dieese, a cesta básica mais cara do país, em novembro, é a do Rio de Janeiro, com um custo médio de R$ 629,63. Já a cesta mais barata foi encontrada em Aracaju, com custo médio de R$ 451,32.

    No ranking de preços, São Paulo ficou em segundo lugar. A cesta básica na capital custou em média R$ 629,18, com alta de 5,59% na comparação com outubro.

    As maiores altas foram observadas em Brasília (17,05%), Campo Grande (13,26%) e Vitória (9,72%). Outro dado da pesquisa revela que o arroz, o óleo de soja, a carne, o tomate e a batata também tiveram alta expressiva na maioria das capitais.