Fonte: OpenWeather

    Indústria


    PIM faturou R$ 109,74 bilhões entre janeiro e novembro de 2020

    O faturamento representa um crescimento de 13,06% em relação ao período de janeiro a novembro de 2019 (R$ 97,06 bilhões) para o Polo Industrial de Manaus

     

    Novembro marcou o melhor resultado de exportações do PIM no ano
    Novembro marcou o melhor resultado de exportações do PIM no ano | Foto: Divulgação

    Manaus - O Polo Industrial de Manaus (PIM) atingiu ao final de novembro de 2020 faturamento de R$ 109,74 bilhões, o que representa crescimento de 13,06% em relação ao período de janeiro a novembro de 2019 (R$ 97,06 bilhões). Em dólar, o faturamento do PIM nos onze primeiros meses do ano totalizou US$ 20.9 bilhões – queda de 14,91% na comparação com o mesmo intervalo de 2019 (US$ 24.57 bilhões), muito devido à variação cambial

    Novembro marcou o melhor resultado de exportações do PIM no ano. Naquele mês, foram registrados US$ 48 milhões em faturamento no exterior, o que indica alta de 55,08% na comparação com o resultado obtido em novembro de 2019 (US$ 30.99 milhões). No balanço parcial do ano, as exportações do PIM totalizaram US$ 342.91 milhões, o que representa queda de 15,07% em relação ao mesmo intervalo de 2019 (US$ 403.74 milhões).

    Os segmentos Eletroeletrônico, com faturamento de R$ 27,20 bilhões e crescimento de 5,63%, e Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico, com faturamento de R$ 29,15 bilhões e crescimento de 32,86%, contribuíram com mais da metade do montante total faturado pelo PIM entre janeiro e novembro. Outros segmentos que se destacaram no período foram Químico (faturamento de R$ 9,20 bilhões e crescimento de 6,78%), Termoplástico (faturamento de R$ 7,82 bilhões e crescimento de 23,77%), Metalúrgico (faturamento de R$ 8,82 bilhões e crescimento de 16,16%) e Mecânico (faturamento de R$ 7,07 bilhões e crescimento de 20,75%).

    Produtos

    As linhas de produção mostram-se aquecidas, principalmente, para produtos do segmento de Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico e  também da cadeia de ar-condicionado. Um dos itens mais representativos fabricados pelo PIM, os telefones celulares, atingiram entre janeiro e novembro de 2020 produção de 13.855.171 unidades e crescimento de 1,56%. Os microcomputadores portáteis, por sua vez, registraram 605.471 unidades e crescimento de 80,36%.

    No mesmo período, o PIM produziu também 4.689.571 unidades de condicionadores de ar do tipo split system e 431.181 unidades de condicionadores de ar do tipo janela, o que equivale a crescimentos, respectivamente, de 6,67% e 8,38%. 

    O tablet foi o produto com melhor resultado no período analisado, com 896.474 unidades fabricadas e crescimento de 127,38% em relação ao mesmo intervalo de 2019.

    Empregos

    Em novembro de 2020, o PIM registrou 100.512 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados, o que indica uma queda de 0,05% em relação a outubro de 2020 (100.561 trabalhadores) e um aumento de 8,97% ante novembro de 2019 (92.240 trabalhadores). Com os resultados apurados até novembro, a média mensal de empregos diretos gerados pelo PIM em 2020 ficou definida em 93.432 trabalhadores.

    Avaliação

    Na avaliação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, "os dados do fim do ano demonstram que o PIM vinha dando claros sinais de recuperação após o conturbado início de ano ocasionado pela Covid. Faturamento e empregos com saldo positivo e uma produção em ritmo crescente", disse, destacando que apenas agora foram disponibilizados os indicadores relativos a novembro devido ao prazo estendido para que empresas informassem à Suframa sobre a rotina produtiva, em virtude da pandemia. "Vamos trabalhar de forma a contribuir para que as empresas do PIM possam novamente se recuperar em 2021 e gerar emprego e renda à sociedade, a despeito das dificuldades que se apresentaram por conta da crise em Manaus logo no início deste ano", finalizou.

    *Com informações da assessoria

    Veja mais:

    Polo Industrial de Manaus produz cerca de 57 mil bicicletas em janeiro

    Empresas do Polo Industrial têm até o dia 15 para atualizar cadastros

    Fabricação de bicicletas na Zona Franca sofre retração de 27,7%