Fonte: OpenWeather

    Benefício


    Para evitar aglomerações, Caixa fará pagamentos escalonados do Auxílio

    O pagamento da primeira parcela do programa Auxílio Manauara será feito de forma escalonada de acordo com o mês de nascimento do beneficiário

     

    Do total de 40 mil cadastros aprovados, 32.439 famílias já possuem conta na Caixa Econômica
    Do total de 40 mil cadastros aprovados, 32.439 famílias já possuem conta na Caixa Econômica | Foto: Arquivo EM TEMPO

    Manaus - O pagamento da primeira parcela do programa Auxílio Manauara, que vai beneficiar 40 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, previsto ser efetuado nesta sexta-feira, 5/3, será pago de forma escalonada de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. A alteração na forma de pagamento acontece após solicitação da Caixa Econômica Federal, instituição bancária responsável pelos repasses.

    De acordo com solicitação enviada à Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), a preocupação é que o pagamento do auxílio resulte em aglomerações nas agências, principalmente em um momento que os números de contaminações pelo novo coronavírus, e de óbitos pela Covid-19, permanecem altos.

    De acordo com o novo calendário, o pagamento fica da seguinte forma:

    5/3 (sexta-feira) – nascidos em janeiro e fevereiro

    8/3 (segunda-feira) – nascidos em março e abril

    9/3 (terça-feira) – nascidos em maio e junho

    10/3 (quarta-feira) – nascidos em julho e agosto

    11/3 (quinta-feira) – nascidos em setembro e outubro

    12/3 (sexta-feira) – nascidos em novembro e dezembro

    “A preocupação com a possível aglomeração nas agências bancárias nos fez aceitar esse pedido da Caixa Econômica Federal. Conversamos com o prefeito David Almeida e ele concordou que é importante continuarmos trabalhando na preservação das vidas. É um contratempo que não estava nos nossos planos, mas que será compensado com a antecipação de pagamentos aos beneficiários nas próximas parcelas”, afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

    Com a alteração na forma de pagamento, a segunda parcela que seria paga no dia 31/3 foi antecipada em uma semana e começará a ser paga no dia 24/3, com as seguintes datas:

    24/3 (quarta-feira) – janeiro e fevereiro

    25/3 (quinta-feira) – março e abril

    26/3 (sexta-feira) – maio e junho

    29/3 (segunda-feira) – julho e agosto

    30/3 (terça-feira) – setembro e outubro

    31/3 (quarta-feira) – novembro e dezembro

    As outras parcelas de pagamento seguirão o mesmo formato e poderão ser consultadas em auxilio.manaus.am.gov.br e também no aplicativo do programa.

    Contas digitais

    Do total de 40 mil cadastros aprovados, 32.439 famílias já possuem conta na Caixa Econômica Federal e apenas precisam aguardar o benefício ser liberado na conta. Foi detectado que um CPF aprovado no programa já tem conta aberta, mas é de pessoa morta. Por conta disso, o cadastro será invalidado pela Semasc e substituído por outra pessoa, seguindo os critérios de desempate publicados no decreto municipal nº 5.022/ 2021, que regulamenta o Auxílio Manauara.

    Outras 7.560 famílias não têm conta na instituição financeira. Ao consultar a base de dados para verificação de abertura de contas, foi detectado que 7.530 estão com o CPF regular e a conta social digital será aberta na próxima semana. O pagamento estará disponível junto com os beneficiários de novembro e dezembro, ou seja, no dia 12/3.

    A CEF detectou que 31 inscrições se encontram com CPF em situação irregular, não permitindo a abertura de conta.

    “Assim que recebermos esses nomes e CPFs da Caixa Econômica, nós vamos entrar em contato com cada uma dessas famílias e, caso a situação irregular seja confirmada, a inscrição será invalidada e outro cadastro será aprovado para ocupar a vaga”, declarou Jane Mara.

    O disposto atende o parágrafo 2º, do artigo 4º, do decreto que regulamenta a concessão do Auxílio Manauara, que prevê a obrigatoriedade da inscrição com o CPF, para o pagamento do benefício, e o documento deve estar regularizado junto à Receita Federal, para o efetivo crédito do referido auxílio, exceto no caso de integrantes de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família. Caso haja alterações na lista de aprovados, a Semasc dará publicidade aos novos nomes, assim que a alteração for concluída.

    *Com informações da assessoria

    Veja mais:

    Tem início serviço para agendamento de retirada de cartão do Auxílio

    Lista de nomes do Auxílio Manauara passa por análise

    Auxílio Manauara: veja a lista de quem vai receber R$ 200 por 6 meses