Fonte: OpenWeather

    Empresas


    Governo lança plataforma para reclamações de micro e pequenas empresas

    O serviço funcionará de modo semelhante ao Portal do Consumidor, que faz o canal entre consumidores e empresas

     

    Por meio da plataforma, o pequeno empreendedor poderá relatar situações de abuso ou de discriminação
    Por meio da plataforma, o pequeno empreendedor poderá relatar situações de abuso ou de discriminação | Foto: Arquivo/Agência Brasil

    Brasília - A partir de hoje (22), micro e pequenos empresários poderão fazer reclamações diretamente ao governo. O Ministério da Economia lançou a plataforma Sistema de Defesa do Empreendedor, disponível no Portal do Empreendedor.

    O serviço funcionará de modo semelhante ao Portal do Consumidor, que faz o canal entre consumidores e empresas. Segundo a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, a nova ferramenta pretende estabelecer o diálogo entre o governo e o pequeno empreendedor.

    O principal objetivo da ferramenta consiste em garantir o tratamento diferenciado previsto na Constituição às micro e pequenas empresas. Por meio da plataforma, o pequeno empreendedor poderá relatar situações de abuso ou de discriminação cometidos por qualquer órgão ou entidade pública.

    O Sistema de Defesa do Empreendedor também permite o acompanhamento de editais e dos atos normativos relacionados a micro e pequenas empresas. No módulo Oportunidade de Negócios, o empresário terá acesso às licitações públicas, com editais indexados por estado, município, faixa de valores – com cinco categorias para facilitar a busca – e data de abertura da licitação. Também inclui os editais de feiras e concursos, disponíveis por estado e município.

    A plataforma também tem um módulo voltado para o artesanato, com toda a legislação voltada para o segmento e todas as orientações necessárias para a emissão da carteira nacional do artesão. Também será possível consultar editais voltados à atividade publicados pelos estados. Por fim, o sistema permite a consulta a toda a legislação sobre micro e pequenas empresas e sobre o microempreendedor individual (MEI).

    Veja mais:

    Micro e pequenas empresas geraram 75% dos empregos formais em janeiro

    Projeto reduz juros para micro e pequenas empresas em financiamentos

    No Amazonas, mais de 160 mil mulheres são empreendedoras