Fonte: OpenWeather

    Paralisação


    Funcionários da Caixa Econômica paralisam atividades nesta terça-feira

    Orientação é interromper atividades presenciais e também de funcionários em home office

     

    | Foto: Divulgação

    Os trabalhadores da Caixa Econômica Federal prometem parar as atividades por 24 horas, em todo o país, nesta terça-feira (27). A orientação, segundo o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região é paralisar as atividades presenciais e também de funcionários em home office.

    A movimentação dos funcionários, que pedem melhores condições de trabalho durante a pandemia de Covid-19, reivindicam vacina para os profissionais da linha de frente e são contra a abertura de capital da Caixa Seguridade deve afetar quem recebe o auxílio emergencial.

    Nesta terça, está programado o pagamento da primeira parcela do benefício para cidadãos que fazem parte do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 7.

    Neste caso, o saque do dinheiro é feito diretamente na Caixa, com o Cartão do Cidadão. Há opções, como sacar os valores nos caixas eletrônicos, que poderão estar disponíveis e nas lotéricas. Quem não conseguir terá de aguardar até a quarta-feira (28), quando há previsão de retomada do atendimento.

    “O sindicato pede desculpas pelo transtorno, mas é melhor paralisar o serviço por 24 horas para evitar o fechamento de agências no futuro”, diz Dionísio Reis, diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e funcionário da Caixa.

     

    Entre os motivos para a mobilização dos trabalhadores estão o pedido de cancelamento da privatização da Caixa Seguridade, que está marcada para a próxima quinta (29); o pagamento integral da PLR Social aos empregados; e a reivindicação de melhores condições de trabalhos, por meio de mais contratações, proteção contra a Covid-19 e vacinação prioritária para os funcionários do banco.

    Segundo Dionísio Reis, o último concurso público para contratação foi em 2014. "Temos um déficit de 20 mil funcionários", afirma.

    Em nota oficial à reportagem, a Caixa afirmou que seguirá depositando o auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família normalmente ao longo da semana e que continua negociando com o sindicato. 

    "Cabe destacar que milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade serão atendidos na rede de varejo da Caixa ao longo desta semana", complementa o banco estatal.

     

    Transtorno

    Para quem recebe o auxílio emergencial pelo Caixa Tem, não deverá haver nenhum tipo de transtorno no pagamento, já que os valores são depositados em conta-poupança digital. Neste caso, o trabalhador recebe o dinheiro e pode movimentá-lo pagando boletos ou em compras na internet.

    Beneficiários do auxílio emergencial podem consultar se foram aprovados para a nova rodada de pagamentos do benefício pela internet. Os sistemas que disponibilizam as informações sobre a elegibilidade podem ser acessados por três canais.

    Pelos links do Ministério da Cidadania e da Dataprev, é possível consultar se foi aprovado. Já no link da Caixa, constam informações sobre o pagamento do auxílio.


    * Com informações do jornal Agora


    Leia Mais:


    Caixa antecipa pagamento do Auxílio Emergencial; veja novas datas

    Saldo negativo das contas externas chega a US$ 3,97 bilhões

    NIS 6: auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família