Fonte: OpenWeather

    Transações bancárias


    Pix terá funcionalidade "offline" em breve, afirma presidente do BC

    Transações poderão ser feitas sem conexão com a internet

    A tecnologia será disponibilizada em breve
    A tecnologia será disponibilizada em breve | Foto: Divulgação/Agência Brasil

    O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, confirmou nesta quarta-feira (30) que está em desenvolvimento uma funcionalidade offline para que as transações via Pix possam ser feitas mesmo em locais que estejam sem conexão com a internet. A tecnologia será disponibilizada "em breve", afirmou ele.

    Segundo o presidente do BC, há três alternativas em estudo, sendo que a considerada mais segura até o momento é a utilização de um cartão por aproximação que poderá ser carregado pelo usuário. 

    "

    Vai funcionar como um cartão de ônibus, com uma tecnologia supersegura "

    , afirmou o presidente do BC, durante um seminário sobre moedas digitais.

     

    "Você vai poder usar o cartão no mundo offline e, quando voltar para o mundo online vai poder transferir seu saldo de volta", explicou Campos Neto. Ele destacou o alcance do Pix e apresentou dados que mostram que a nova forma de transferir dinheiro já é utilizada em 60% das transferências no Brasil.

      O Pix é um sistema lançado no ano passado pelo Banco Central que permite pagamentos e transferências instantâneas 24 horas, nos sete dias da semana, entre pessoas físicas e jurídicas, por meio de uma chave simples atribuída a cada conta bancária. Tal chave pode ser um número de telefone, CPF ou CNPJ, por exemplo.  

    De acordo com o presidente da instituição financeira, até o momento foram cadastradas mais de 125 milhões de chaves.


    Leia mais:

    Veja como não cair no golpe do Pix

    Pandemia mudou a relação dos brasileiros com tecnologias bancárias

    Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado