Fonte: OpenWeather

    Desenvolvimento da Amazônia


    Sudam e governo do AM definem prioridades em reunião

    Membros dos conselhos definiram diretrizes e prioridades para o exercício de 2022, relativos a desenvolvimento regional.

     

    Governador do Amazonas participa de reunião com a Sudam
    Governador do Amazonas participa de reunião com a Sudam | Foto: Diego Peres/Secom

    Manaus (AM) - Membro do Conselho Deliberativo (Condel) da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), o governador Wilson Lima participou, nesta quinta-feira (12/08), da 22ª reunião do colegiado, onde foram discutidos e aprovados temas prioritários para aplicação de recursos para o desenvolvimento da Amazônia.

    O encontro ocorreu por meio de videoconferência e os membros dos conselhos definiram diretrizes e prioridades para o exercício de 2022, de fundos voltados para o desenvolvimento regional: o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e o Fundo de Desenvolvimento da Amazônia (FDA).

    “O conselho é um órgão colegiado importante para o Amazonas e demais estados da Amazônia Legal. Tratamos de temas estratégicos para o desenvolvimento regional, sobretudo as diretrizes prioritárias dos dois fundos que são instrumentos para atuação da Sudam”, destacou o governador, que participou da reunião logo após dar início às obras da rodovia AM-010, em Manaus.

    Ao Condel compete, dentre outras atribuições, acompanhar e avaliar a execução dos planos e dos programas regionais da Amazônia, bem como definir diretrizes e prioridades para a aplicação dos instrumentos de ação da Sudam: o FNO e o FDA.

    Para o exercício de 2022 do FNO, foram definidos 15 setores prioritários para a aplicação dos recursos, entre eles: agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura; indústria extrativista; indústria de transformação e eletricidade e gás.

    Já para o exercício de 2022 do FDA, entre outras diretrizes, foi aprovado o apoio à recuperação ou preservação de atividades afetadas pela pandemia da Covid-19, como prioridade para os setores mais afetados em termos de empregos.

    O conselho é presidido pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e tem a superintendente da Sudam, Louise Caroline Campos Löw, como Secretária-Executiva.

    Os conselheiros são os governadores de todos os nove estados que compõem a Amazônia Legal.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Com menores riscos à ZFM, Reforma Tributária avança na Câmara

    Vereadores e Suframa alinham ações para o setor do turismo em Manaus

    Amacro oferece cursos on-line sobre o desenvolvimento da Amazônia