Fonte: OpenWeather

    Crescimento do AM


    PIB do AM registra alta de 2,93% comparado ao 1° trimestre de 2021

    Esse crescimento é justificado pela queda no nível da atividade econômica, experimentado no segundo trimestre de 2020

     

    Na avaliação dos setores no período (2º trimestre 2020/2021), o crescimento ficou avaliado da seguinte forma: Agropecuária (27%), Indústria (24%), Serviço (26%)
    Na avaliação dos setores no período (2º trimestre 2020/2021), o crescimento ficou avaliado da seguinte forma: Agropecuária (27%), Indústria (24%), Serviço (26%) | Foto: Arquivo/Secom

    Manaus (AM)- O Produto Interno do Bruto (PIB) do Amazonas referente ao segundo trimestre de 2021 registrou alta de 2,93% (crescimento real) na comparação com o primeiro trimestre de 2021, registrando o total de R$30 bilhões.

      O crescimento nominal foi de 4,66%. É o que aponta o levantamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).  


    Ao se descontar a inflação pelo Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), a taxa de crescimento real é de 15,77%. Esse crescimento é justificado pela queda no nível da atividade econômica, experimentado no segundo trimestre de 2020.

    Na avaliação dos setores no período (2º trimestre 2020/2021), o crescimento ficou avaliado da seguinte forma: Agropecuária (27%), Indústria (24%), Serviço (26%).

    Apenas o setor da Agropecuária apresentou queda em uma de suas atividades: a Pecuária teve queda de -8,78%, enquanto a Agricultura teve crescimento de 37,88% e a Produção Florestal registrou alta de 17,50%. Todos cresceram no período analisado (2º trimestre 2020/2021).

    Setores


    A Indústria totalizou um montante de R$8,358 bilhões, e um crescimento de 24,53%, no comparativo entre o segundo trimestre de 2020. A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o volume de produção da Indústria geral cresceu 198,65% na comparação com o 2º trimestre de 2020, e 82,11% na comparação com o primeiro trimestre de 2021.

    As Indústrias Extrativas cresceram 19,22% em relação a 2020 e 5,56% na comparação entre os dois trimestres de 2021. Na Indústria de transformação, o destaque é a fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores (que engloba as motocicletas).

      O Setor de Serviço totalizou um valor de R$15,457 bilhões e apresentou um crescimento de 26,30%, na comparação entre o segundo trimestre de 2021 contra o segundo de 2020.  

    O Comércio é uma das principais atividades desse setor e, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, apresentou crescimento de 25,60% no volume de vendas em relação ao primeiro trimestre de 2021 e de 23,50% no segundo trimestre de 2020. A receita nominal cresceu 38,89% (2º trimestre de 2020/2021) e 25,85% (1º trimestre 2021/2º trimestre 2021). 

     A Agropecuária apresentou um crescimento de 27,63%, quando passou de R$1,2 bilhão no segundo trimestre de 2020 para R$1,5 bilhão no segundo trimestre de 2021. De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), mesmo com a queda das demais lavouras no período, a banana e a laranja aumentaram 36,14% e 22,63%, respectivamente.

     O levantamento do PIB do Estado do Amazonas é um trabalho elaborado pelo Departamento de Estatística e Geoprocessamenteo (Degeo) da Secretaria Executiva de Planejamento (Seplan) da Sedecti.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Amazonas conta com 800 pontos de internet nos municípios 

    Suspensão no corte de água é prorrogado