Fonte: OpenWeather

    Sites de apostas


    Patrocínios de sites de apostas agitam o futebol brasileiro

    No momento, dezenove dos vinte clubes participando da Série A contam com patrocínio de casas de apostas em seu uniforme.

     

    Novas casas de apostas, como a Betano, por exemplo, entraram com tudo no mercado de apostas online brasileiro
    Novas casas de apostas, como a Betano, por exemplo, entraram com tudo no mercado de apostas online brasileiro | Foto: Divulgação

    A aproximação entre casas de apostas e times de futebol é conhecida no mundo inteiro, mas até meados do ano passado, a movimentação no mercado brasileiro passava relativamente despercebida pelo grande público.

     O que acompanhamos desde então, é uma verdadeira avalanche de marcas, comerciais de TV, placas de publicidade e claro, patrocínio nas camisas mais tradicionais do futebol brasileiro. No momento, dezenove dos vinte clubes participando da Série A contam com patrocínio de casas de apostas em seu uniforme.

    O Cuiabá é atualmente o único time a participar da Série A do futebol brasileiro sem contar com um patrocínio de site de apostas. Já na Série B, times tradicionais como Vasco, Botafogo e Cruzeiro também contam com patrocínios expressivos. Os dois clubes cariocas inclusive acertaram com sites de apostas para a exibição da marca no espaço master da camisa.

     Novas casa de apostas,  como a Betano, por exemplo, entraram com tudo no mercado de apostas online brasileiro. No momento, dezenove dos vinte clubes participando da Série A contam com patrocínio de casas de apostas em seu uniforme.

    Parece que o contrato milionário não rendeu apenas dinheiro, mas também sorte para os clubes. O Atlético Mineiro está na iminência de se tornar campeão nacional depois de 50 anos na fila, e o Fluminense chegou às quartas-de-final da Libertadores pela primeira vez na década.

    No Nordeste, praticamente todos os grandes clubes da região firmaram algum tipo de parceria com plataformas de apostas online nos últimos dois anos. O Fortaleza, por sinal, possui até mesmo um acordo de royalty por cada torcedor que se cadastrar no site de apostas parceiro oficial do clube. 

    Como a regulamentação do segmento de apostas esportivas segue em pauta no Congresso Nacional, cresce a expectativa sobre os últimos passos a serem dados em direção a legalização. Há também muito otimismo sobre o que a regulamentação do setor pode representar para o mercado publicitário.

    “Enxergamos que se trata de uma expansão nacional e vemos um futuro promissor para esse mercado. É preciso lembrar que se trata de algo ainda novo no Brasil, e que a tendência é de consolidação e popularização a partir do momento em que as práticas estiverem reguladas”, aponta Hans Schleier, diretor de marketing da Casa de Apostas.