Fonte: OpenWeather

    Economia


    Fiscalização do MPT encontra irregularidades nas obras da Arena da Amazônia

    Várias infrações quanto a segurança dos operários foram verificadas na fiscalização- foto:divulgação/MPT-AM
     
    Uma fiscalização surpresa do Ministério Público do Trabalho no Amazonas (MPT-AM) foi realizada nesta sexta-feira (18) nas obras da Arena da Amazônia, na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul, e encontrou diversas infrações contra a seguranças dos operários do local.
    Para o procurador do Trabalho Ilan Fonseca de Souza, a situação encontrada é grave. "As condições de segurança estão muito precárias e exige uma intervenção urgente para resguardar a segurança dos trabalhadores", afirmou o procurador.
    Operários trabalhando sem os devidos equipamentos de proteção coletiva; aberturas no piso sem isolamento ou sinalização e pessoas circulando sob a área de movimentação de carga sem que a mesma estivesse isolada ou identificada foram algumas das infrações verificadas.
    De acordo com o MPT-AM, a fiscalização teve como objetivo principal verificar o cumprimento do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre a empresa Andrade Gutierrez, responsável pela construção da Arena da Amazônia, e o órgão, há um ano.
    A empresa será notificada a apresentar justificativa para cada situação irregular verificada, sob pena de execução das multas trabalhistas. Procurada pela reportagem do EM TEMPO, a construtora informou que só irá se pronunciar sobre o assunto quando receber oficialmente o relatório do MPT-AM, o que deve ocorrer em cinco dias.