Fonte: OpenWeather

    Economia


    Bancários prometem ato por condições de trabalho

    Número reduzido de funcionário é a principal reclamação dos bancários – foto: Joel Rosa

    Trabalhadores dos bancos Itaú e Santander, com apoio do Sindicato dos Bancários do Amazonas (Seeb-AM), podem fazer um movimento, na próxima semana, para alertar sobre as condições de trabalho nas agências.

    Segundo o presidente do Seeb-AM, Nindberg Santos, as duas instituições em Manaus trabalham com um efetivo de, aproximadamente, 220 funcionários, enquanto o dobro deste número seria o ideal.

    O Seeb-AM acredita que uma agência de pequeno porte deveria trabalhar com, pelo menos, dez funcionários, e uma agência que atende um grande número de clientes, como uma localizada no Centro, ter um efetivo de 25 a 30 bancários.

    “As demissões estão sendo homologadas por motivos arbitrários. Os que ainda estão efetivos fazem hora extra. Existe gerente fazendo atendimento ao público no horário comercial e sua função depois do horário”, contou o presidente.

    O sindicato denunciou para a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) que o Itaú está inaugurando agências e remanejando funcionários. O EM TEMPO procurou o Itaú que, por meio da assessoria de comunicação, disse que não se manifestaria sobre o assunto.