Fonte: OpenWeather

    Economia


    Aumento de ICMS reflete nos preços de notebooks

    A mudança na tributação incidente sobre bens de informática é apontada como ‘vilã’ – foto: Ricardo Oliveira

    Quem for comprar notebooks, neste início de ano, deve ficar atento. Nas lojas do comércio local, os aparelhos de marcas nacionais estão, pelo menos, 5% mais caros para o consumidor manauense.

    A mudança na tributação incidente sobre bens de informática é apontada como ‘vilã’ para o aumento do produto.

    Desde o início do ano, comerciantes estão repassando uma alteração na alíquota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que reajustou o imposto para bens de informática em 10% em vigor desde o último dia 1º, encarecendo o preço dos notebooks nacionais ao consumidor final.

    O economista e consultor empresarial Ailson Rezende explicou que alguns fabricantes de bens de informática instalados no Distrito Industrial não produzem notebooks aqui. Rezende mencionou que as pequenas lojas do setor foram as que mais repassaram o aumento.

    A Ramsons, por exemplo, viu seu volume de vendas crescer em torno de 20% no início deste ano e 10% frente a dezembro de 2012. “Tanto a venda de notebooks quanto dos demais bens de informática devem significar para nós um incremento de até 15% em janeiro”, projetou o gerente de novos negócios da loja, Marcelo Salum.

    Enquanto isso, o gerente da PCI diz que o movimento da loja não caiu apenas porque a empresa também comercializa produtos importados.