Fonte: OpenWeather

    Economia


    Arrecadação do Amazonas atinge saldo de R$ 7,1 bi

    Montante arrecadado em 2012 é 10,9% superior frente a 2011, quando a arrecadação estadual atingiu R$ 6,4 bilhões - Foto: Reprodução
     
     
    O Amazonas fechou 2012 no "azul". Entre janeiro e dezembro do ano passado, entraram nos cofres públicos amazonenses R$ 7,1 bilhões. O montante é 10,9% superior ao registrado no mesmo período de 2011, quando, por meio do recolhimento de tributos, a arrecadação estadual atingiu R$ 6,4 bilhões, segundo dados da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).
     
    Do montante recolhido pelo Estado, o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) respondeu por R$ 6,8 bilhões, valor 15,9% superior ao alcançado em 2011. Ainda no que diz respeito ao recolhimento do ICMS, a indústria levou a melhor e foi o maior contribuinte dos cofres públicos no ano passado, respondendo por quase R$ 3 bilhões (R$ 2.961.698.409). O valor da contribuição do setor subiu 3,5% em relação ao atingido em 2011.
     
    Em segundo lugar figurou o setor comercial entre os maiores contribuintes para os cofres públicos. No período o segmento destinou para o Estado pouco mais de R$ 2,9 bilhões (R$ 2.919.375.086). O valor foi 20,8% superior à contribuição feita entre janeiro e dezembro de 2011, cujo valor foi de R$ 2,4 bilhões. Já as empresas de serviços pagaram em impostos ao Estado R$ 737,5 milhões em 2012, enquanto no ano anterior o montante direcionado aos cofres estaduais foi de R$ 628,2 milhões.
     
    Além do ICMS, também tiveram peso no valor arrecadado pelo Estado, em 2012, o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que contribuiu com R$ 352,8 milhões para a arrecadação estadual, seguido pelo Imposto sobre Propriedade de Veículo automotor (IPVA) (R$ 197,5 milhões). Também tiveram participação na arrecadação amazonense o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) (R$ 5,3 milhões) e outras taxas (R$ 3,5 milhões).
     
    'Extrato'
     
    No primeiro mês de 2012, a arrecadação estadual somou R$ 503,3 milhões. Até o mês de maio o recolhimento de imposto permaneceu na casa dos R$ 500 milhões (R$ 522 milhões em fevereiro, R$ 504,6 milhões em março, R$ 589,2 milhões em abril e R$ 564 milhões em maio). No último mês do primeiro semestre, o valor registrado pelo Estado superou R$ 600 milhões (R$ 639 milhões).
     
    No mês de julho a arrecadação estadual somou R$ 600 milhões enquanto em agosto entraram nos cofres públicos, por meio de pagamento de impostos, R$ 611,7 milhões. Em setembro o montante atingiu R$ 710,4 milhões, o segundo melhor resultado obtido no acumulado de 2012, já em outubro a arrecadação registrada foi de R$ 598,7 milhões.
     
    Em novembro a arrecadação estadual teve o seu melhor desempenho e superou a casa dos R$ 700 milhões, alcançando R$ 746,2 milhões. E, para fechar 2012, o Estado recolheu, no último mês do ano por meio de tributos, R$ 587 milhões.
     
    Sobre o melhor desempenho da arrecadação estadual no ano passado, que ocorreu em novembro, o secretário da Sefaz, Afonso Lobo, informou que o resultado foi atípico. "Por conta das remissões adotadas pelo governo amazonense, foram recuperados aproximadamente R$ 81 milhões, o que impulsionou o valor de impostos recolhidos naquele período", justificou o secretário, que comentará hoje os dados da arrecadação registrada em 2012.