Fonte: OpenWeather

    Gravidez


    Incompetência Istmo Cervical: o que é e como tratar?

    De acordo com o ginecologista e obstetra, Thiago Gester, ICC é uma alteração congênita ou adquirida em que o colo uterino se torna ineficaz para suportar o peso do bebê

    De acordo com Gester, os sintomas vão desde pacientes assintomáticos a leves cólicas ou contração fracas e irregulares | Foto: Divulgação

    Manaus - "Eu perdi meu bebê ou meus bebês do nada. Eles tinham mais de 16 semanas. Eu senti algo estranho na barriga, as ‘contrações’ ou cólicas e quando fui ao obstetra na Urgência ele examinou e eu já estava com cinco ou seis centímetros de dilatação do nada”, este é o relato de uma mãe que perdeu os filhos e que possivelmente teve uma Incompetência Istmo Cervical (ICC). Mas, afinal, o que é Insuficiência do Colo Uterino.

    De acordo com o ginecologista e obstetra, Thiago Gester, ICC é uma alteração congênita ou adquirida em que o colo uterino se torna ineficaz para suportar o peso do bebê até o final da gestação fazendo com que colo dilata antes do previsto.

    “Esta é uma das causas de prematuridade e morbimortalidade neonatal. Sabe o que é triste? É que é muito comum as gestantes relatarem perdas fetais sucessivas, como um ‘aborto tardio’ ou um parto prematuro quando o bebê ainda é inviável para o nascimento”, relata o obstetra.

    Sintomas

    De acordo com Gester, os sintomas vão desde pacientes assintomáticos a leves cólicas ou contração fracas e irregulares com sangramento vermelho claro a vermelho vivo e ou sensação de algo na vagina muitas das vezes com perda do tampão mucoso (tipo um catarro) que sai da vagina.

    “Ressalto que o risco de recorrência é alto. Não se pode fazer o diagnóstico fora da gestação, confesso que é bem raro. E normalmente é diagnóstica com uma ou mais perdas fetais tardias”, revela.

    Tratamento

    O Dr Thiago explica que não há um tratamento definitivo. “Mas podemos realizar a Cerclagem (fechamento do colo, ‘tipo nó’) para apertar esse colo, fazendo com que essa gestação evolua até 36 semanas e ou usar pessários (anéis ) no colo uterino com mesmo intuito. O uso de Progesterona também ajuda muito nesses casos”, destaca.

    Importante

    O médico orienta o repouso nestes casos, uma vez que quando a paciente está deitada faz com que o colo não sofra o peso do bebê.

    “A incompetência istmo cervical é traiçoeira. Age de forma diferente em cada mulher”, enfatiza Gester.

    Leia Mais

    Grávidas devem se preocupar com a saúde vascular, alerta especialista

    Lei que autoriza parto cesárea sem motivo é inconstitucional, diz TJ