Fonte: OpenWeather

    Fratura na "Hora H"


    Cuidado! Pênis pode 'quebrar' durante o sexo

    Fratura geralmente ocorre durante a relação sexual, em determinadas posições, especialmente quando a mulher, por exemplo, está por cima do homem

     

    Apesar do órgão genital masculino não ser formado por ossos, é possível que ocorra uma ruptura da túnica albugínea
    Apesar do órgão genital masculino não ser formado por ossos, é possível que ocorra uma ruptura da túnica albugínea | Foto: Reprodução

    MANAUS (AM)  - Imagine que você está curtindo a "hora H" e de repente ouve um estalo e uma dor intensa no pênis. Pois é, apesar do órgão genital masculino não ser formado por ossos, é possível que ocorra uma ruptura da túnica albugínea, uma capa grossa que envolve as estruturas internas do pênis e permite sua ereção. Em outras palavras, o seu pênis pode "quebrar".

    Segundo o urologista Paulo Esmar, a fratura geralmente ocorre durante a relação sexual, em determinadas posições, especialmente quando a mulher, por exemplo, está por cima do homem. 

    "

    No momento em que ocorre a fratura, o pênis é dobrado, e pode-se sentir um estalo e uma dor intensa. Em seguida o pênis costuma ficar extremamente inchado e roxo, pelo hematoma que surge com o extravasamento do sangue para fora do corpo cavernoso do pênis. O homem costuma perder a ereção no mesmo momento e na maioria das vezes procura um serviço de emergência em seguida "

    , explica Esmar.

     

    O urologista relata que durante a consulta, o médico poderá determinar com o exame físico ou com exames de imagem como o ultrassom se de fato houve a fratura do pênis, que nada mais é do que o rompimento da parede do corpo cavernoso, a estrutura interna do pênis, que se enche de sangue no momento da ereção. Entretanto, a maioria dos casos se resolvem sem nenhum tipo de cirurgia, apenas de abstinência sexual durante um mês.

      Já em casos de fraturas mais graves, o tratamento é sempre cirúrgico e deve ser feito de imediato. Nesta cirurgia, o corpo do pênis é suturado, fechando-se o orifício causado pela fratura e restabelecendo a anatomia. Caso essa cirurgia não seja feita, o homem poderá desenvolver disfunção erétil (impotência) como sequela da fratura. Por esse motivo, essa situação é vista como uma emergência urológica.  

    Precauções

    De acordo com o sexólogo Sebastião Nascimento, o lubrificante é o principal aliado para afastar maiores incidentes com o pênis na hora da transa. 

    "Uma boa lubrificação é indispensável na "hora H", porque o uso do lubrificante ajuda bastante a evitar essa fratura, se por acaso o pênis se deslocar para outra área e escorregar no momento do ato em si", afirma o sexólogo.

    O especialista também diz que fraturas no pênis são mais comuns quando há pouca iluminação. "Durante as relações noturnas, em locais escuros, esse incidente é mais comum, porque às vezes o homem perde o alvo, e caso haja pouca lubrificação, ele pode terminar com o pênis 'quebrado'". 

    Ex-jogador Giba passou pelo incidente 

    O ex-atleta Giba, um dos maiores vitoriosos jogadores do voleibol na história do país,  contou em detalhes ao jornal “O Dia” o episódio em que “quebrou” seu órgão genital e revelou como percebeu que houve uma fratura.

    “Dá um estalo. Parece que você está estalando o dedo e sente dor para caramba. E o sangue que está ali para você ter ereção começa a sair por essa fissura que envolve todo ele, entendeu? Aí começa a sangrar e fica latejando. Meu saco ficou quase do tamanho de uma bola de handball”, disse.

    Ele contou que demorou dois dias para procurar um médico: “Ele explicou que o termo certo não era quebrar, porque não é um osso e sim um músculo, mas que literalmente se chama ‘quebrar o pênis’. Pode acontecer em duas posições: quando a mulher está em cima ou quando ela está de quatro, porque ela mexe e você mexe, aí pode bater no cóccix e ele dobra e ‘quebra’”.

    Leia mais

    Sexo ajuda a desentupir o nariz, aponta pesquisa

    Doces e preservativos com sabores podem apimentar o sexo

    Sexo pode rejuvenescer e melhorar a memória, afirmam pesquisas