Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Marcelo e Bale garantem o Real na final do Mundial

    Os astros do time espanhol brilharam na vitória por 3 a 1 contra o Kashima Antlers (JAP) e confirmaram a equipe na decisão do Mundial de Clubes contra o Al Ain, no sábado (22)

    | Foto: Thiago Fernando

    São Paulo (SP) - O dia foi de Gareth Bale. Na semifinal do Mundial de Clubes, o Real Madrid reencontrou o Kashima Antlers na busca por confirmar o favoritismo e garantir a vaga na grande decisão da competição. E depois de um começo de jogo complicado, o galês apareceu para desequilibrar a partida, liderar os espanhóis e marcar os três gols da vitória merengue por 3 a 1. Destaque também para Marcelo, que foi decisivo para o show de Bale, assistindo o galês em dois dos três gols marcados.

    Com o hat-trick, Bale se aproxima de Cristiano Ronaldo na artilharia do torneio. O português é o maior goleador com sete gols, apenas um a mais que o galês. César Delgado, Lionel Messi e Luis Suárez vem na sequência, com cinco tentos cada. Além disso, os únicos a marcarem três gols no Mundial foram Pelé (1962), Suárez (2015) e CR7 (2016).

    Com o resultado, o Real avança à final pelo terceiro ano consecutivo e agora irá tentar o tetracampeonato mundial diante do Al Ain, que eliminou o River Plate. A decisão está marcada para este sábado (22), às 12h30 (de Manaus, no Estádio Sheique Zayed, e se levantar a taça, o time espanhol se tornará o maior vencedor da história da competição, deixando para trás o grande rival Barcelona, com três títulos. Horas antes, às 9h30 (de Manaus), acontece a disputa de terceiro lugar entre River e Kashima.

    Bale, que vem sofrendo bastante com lesões, confessou que sentiu dores ao longo do jogo, mas não poderia deixar de ajudar a equipe em um momento tão importante.

    “Me doeu um pouco a perna, mas queria ajudar o time. Sabíamos que ia ser uma partida complicada e tínhamos que ser profissionais. É outro troféu, é importante para mim e para o clube e todos trabalhamos para ganhar. Começaremos amanhã a nos preparar para a final”, disse o atleta que ainda completou afirmando que não precisa responder as críticas, mas sim, jogar futebol.

    “Estou aqui para jogar futebol, não preciso responder ninguém. A vitória hoje era o que precisávamos, o importante era chegar na final. É muito importante marcar, mas o mais importante é ajudar a equipe a se classificar para a final. Tenho muita vontade de conquistar mais um título”, concluiu o galês após a partida.

    Leia mais:

    Goleiros do Manaus FC iniciam preparação

    Jogos na Arena da Amazônia beneficiarão vítimas de incêndio em Manaus

    River Plate dá vexame e cai nos pênaltis