Fonte: OpenWeather

    Judô


    Após adiamento, Copa Carmita Dourado de Judô acontece no sábado

    A 3ª edição da Copa Carmita Dourado de Judô, que seria realizada no último sábado foi adiada para o próximo sábado (17), às 8h30, no Ginásio Ninimberg Guerra, no São Jorge

    Torneio terá inicio sábado, no dia 17
    Torneio terá inicio sábado, no dia 17 | Foto: Mauro Neto/ Sejel

     

    A 3ª edição da Copa Carmita Dourado de Judô, que seria realizada no último sábado (10/08), foi adiada para o próximo sábado (17), às 8h30, no Ginásio Ninimberg Guerra, localizado no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus. O evento, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), terá a participação de aproximadamente 400 atletas.

    O presidente da Federação de Judô do Amazonas (Fejama), David Souza, explicou o motivo do adiamento da competição.

    “A Copa seria realizada às vésperas do feriado do Dia dos Pais, mas a pedidos dos técnicos e atletas que solicitaram o adiamento para poderem se preparar para o dia comemorativo, atendemos e remarcamos o evento para o próximo sábado (17), no mesmo horário e local”, explicou.

    Entre os atletas que irão disputar a competição, 15 deles fazem parte da Associação Esportiva de Artes Marciais Amazônia (Aeamam). A presidente da Associação, Denise Oliveira, falou sobre as expectativas para o evento.

    “Estamos vindo de um período de férias, onde nosso primeiro compromisso foi com os Jogos Escolares do Amazonas (JEAs) e conseguimos uma excelente classificação. As expectativas são as melhores e o campeonato servirá como um treinamento para os atletas que foram classificados para os Jogos Escolares da Juventude (JEJ)”, afirmou.   

    Homenagem 

    A competição foi criada em homenagem à ex-presidente da Fejama, Carmita Dourado, que sempre se doou pelo esporte e ajudou muitas pessoas por meio do judô.

    “A Copa é uma oportunidade a mais para os atletas treinarem, uma vez que estamos em períodos de intensas disputas nacionais. Além disso, queremos principalmente manter viva a memória da querida Carmita Dourado, uma pessoa simples, pacata e altruísta, que deixou muitas saudades para quem dividiu os tatames com ela, mas que permanecerá viva no coração de todos nós”, finalizou o presidente da Fejama.

    *Com informações da assessoria