Fonte: OpenWeather

    Mundial de Box


    Hebert Conceição garante única medalha do Brasil no Mundial de Boxe

    Meio pesado conquista o bronze após derrota para russo na semifinal

    O baiano Hebert Conceição entrou na segunda rodada do Mundial | Foto: Divulgação

    O baiano Hebert Conceição, atual vice-campeão no Pan de Lima, no Peru, deu adeus hoje ao Mundial de Boxe, em Ecaterimburgo, na Rússia, ao ser derrotado na semifinal da categoria 75Kg pelo boxeador da casa, o russo Gleb Bakshi, pelo placar de 4x1, definido pelos jurados. Apesar do resultado, o baiano estreante em mundiais, garantiu o único pódio para o Brasil. Na quarta feira, (18), o pugilista brasileiro, de apenas 19 anos, assegurou o bronze ao vencer nas quartas de final o italiano Salvator Cavallaro. No boxe não há disputa de terceiro lugar: os semifinalistas sobem ao pódio, sendo que os perdedores recebem o bronze.

    O baiano Hebert Conceição entrou na segunda rodada do Mundial, como cabeça de chave número cinco. Para chegar à semifinal contra o russo Gleb Baskshi, Conceição venceu na estréia o alemão Andrej Mersljakov e depois,  nas oitavas o uzbeque Fanatkakhramonov; em ambas as lutas ganhou pelo placar apertado de 3x2. Nas quartas de final, o jovem baiano superou com tranquilidade o italiano Cavallaro, e se credenciou para a semifinal contra o meio pesado russo Bakshi.

    Ao todo sete brasileiros participaram do Mundial de Boxe, promovido pela Associação Internacional de Boxe (Aiba). O peso leve (até 64Kg) Wanderson “Sugar” de Oliveira, chegou às quartas de final mas perdeu o duelo para o indiano Manish Kaushik, por decisão unânime dos juizes (5x0). Keno ‘Marley’ Machado (81Kg), parou nas oitavas. Já Douglas Andrade (57Kg) e Abner Teixeira (91 Kg) pararam na segunda rodada, e Luiz Fernando da Silva (69Kg) e Joel Siva (91Kg) perderam logo na estreia.