Fonte: OpenWeather

    Esporte


    Vídeo: bate-papo com Mário Neto, campeão mundial de tiro esportivo

    O jovem de 19 anos conta como conquistou tantos títulos e seus principais desafios

    O jovem de apenas 19 anos já conta com uma série de títulos.
    O jovem de apenas 19 anos já conta com uma série de títulos. | Foto: Em Tempo

    Manaus- Em entrevista ao programa Conversa Franca da WEB TV EM TEMPO, na última quarta-feira (11), apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira, o heptacampeão brasileiro e medalhista mundial de Tiro Esportivo Mário Neto, de 19 anos, compartilhou a trajetória e revelou os principais desafios e conquistas como esportista.

    Mário começou a praticar o tiro esportivo aos 12 anos, acompanhado pelo pai, e hoje conta com uma série de medalhas e troféus de diversos campeonatos que participou. Mas, para alcançar o nível em que está hoje, o atleta revelou que foi necessário muito esforço, foco e, por se tratar de uma prática exercida majoritariamente por pessoas adultas, teve que lidar também com grandes responsabilidades desde cedo.

    Ao ser questionado sobre os desafios, o jovem salienta a questão financeira comentando que, por se tratar de um esporte caro (com uma média de custo de R$ 4 mil a R$ 5 mil em campeonatos nacionais), muitos competidores costumam procurar patrocinadores. Além disso, ele pontua o preconceito como outra dificuldade.

    O jovem compartilhou seu sentimento de realização. “Fico feliz pelos frutos do meu trabalho e pretendo continuar evoluindo”, disse o rapaz, que aceitou o desafio de sair de uma divisão na qual já era líder para migrar para uma totalmente diferente.

    Dicas para iniciantes

    A dica para aqueles que se interessam pelo esporte e desejam começar é atender todas as exigências burocráticas e psicológicas.

    Processo burocrático: é preciso ser maior de 21 anos, caso contrário deve se comprovar necessidade, de acordo com competições.  Além disso, é fundamental a apresentação do Certificado de Registro, expedida pelo Exército.

    Preparo psicológico: a cautela com a saúde emocional é imprescindível, ter calma e disciplina são decisivas no desempenho do esportista

    Assista à entrevista na íntegra: