Futebol Americano


Patrick Mahomes brilha e Kansas City Chiefs vence o Super Bowl LIV

50 anos depois, Kansas City Chiefs volta ao Super Bowl LIV, vence o San Francisco 49ers de virada e conquista o título da NFL

 

Patrick Mahomes e o Kansas City Chiefs conquistam o Super Bowl LIV
Patrick Mahomes e o Kansas City Chiefs conquistam o Super Bowl LIV | Foto: Divulgação

Manaus - Os dois melhores times da liga, com dois dos melhores quarterbacks da nova geração: em um dos jogos mais disputados da história recente do Super Bowl, o Kansas City Chief venceu o San Francisco 49ers de virada, por 31 a 20, para conquistar o título da NFL - Liga Americana do esporte da bola oval -  50 anos depois.

Após vencer o título da temporada de 1969/1970, o Kansas City Chiefs, do quarterback Patrick Mahomes, voltou a vencer o Super Bowl em um grande jogo no Hard Rock Stadium, em Miami. Mahomes foi eleito o MVP (melhor jogador), com 286 jardas, dois passes e uma corrida para touchdowns. Aos 24 anos, o prodígio se tornou o primeiro jogador com menos de 25 anos a ganhar o título da liga e ser eleito MVP do Super Bowl.

Shakira e Jennifer Lopez se encarregaram de comandar a festa no show do intervalo do Super Bowl LIV e não decepcionaram. Cantando os maiores sucessos da carreira, como "Hips Don´t Lie", "She Wolf", "Whenever, Wherever" e "Waka Waka",  a colombiana agitou a noite com música latina e dança do ventre, saindo - literalmente - carregada nos braços do público. 

J-Lo não ficou para trás na performance, contou com um pole dance instalado no meio do palco e o cantor J Balvin, na sua apresentação que atingiu às expectativas. "Jenny from the block", "Mi gente" e "On The Floor" foram alguns dos sucessos da noite, que teve mudanças rápidas de roupa e uma apresentação em conjunto, com Shakira, para fechar o show.

Começo equilibrado

A defesa do San Francisco 49ers começou o jogo ligada, impedindo bem as primeiras investidas do poderoso ataque de Kansas. Deebo Samuels e Jimmy Garoppolo se entendiam bem no jogo terrestre e rapidamente conquistaram posição para chutar o field goal. Robbie Gould chutou de 38 jardars para colocar os 49rs na frente: 3 x 0.

Com Mahomes em campo, o Chiefs melhorou, conseguiu mais tempo para o quarterback no pocket e diminuiu a vantagem rapidamente. A versatilidade nas jogadas chamaram atenção, já que Kelcey fazia um jogo consistente pelo alto e Mahomes alternava o jogo corrido com Williams para "ganhar campo". Já próximo ao fim do campo, o quarterback de Kansas conseguiu enganar a defesa para anotar o touchdown: 3 x 7.

A maré estava para os Chiefs e, após pressão da defesa, Jimmy Garoppolo se livrou da bola de qualquer forma e foi interceptado por Bashaud Breeland. Mahomes comandou um ataque consistente, gastando o relógio, mas no final foi recompensado apenas com um field goal: 3 x 10. O quarterback dos 49rs voltou a campo determinado a se redimir e contou com rápidas corridas pelo meio da defesa para chegar ao ataque a empatar a partida.

Com muitas opções dentre os recebedores, foi o fullback Kyle Juszczyk quem apareceu à beira da end zone para anotar mais seis pontos para o time de San Francisco. Ao converter o ponto extra e empatar a partida em 10 a 10, Garoppolo ainda teve a chance de terminar o primeiro tempo à frente, mas uma falta impediu a chegada.

Show time Mahomes

No segundo tempo do jogo, a defesa do San Francisco 49ers novamente fez jus à segunda colocação no ranking de clubes da NFL e conseguiu segurar o ataque do Chiefs. Em noite inspirada de Nick Bosa, Patrick Mahomes e a linha ofensiva dos Chiefs não conseguiam produzir, e Robbie Gould aproveitou a posição de campo em mais um field goal, para colocar os 49ers na frente: 13 a 10. 

Pressionado pela defesa agressiva dos 49ers e sem conectar bons passes, Patrick Mahomes forçou mais do que deveria e foi interceptado por Fred Warner. Frio e calmo, Jimmy Garoppolo comandou o ataque para mais um touchdown. Com bons passes até a red zone, o quarterback chegou à linha de uma jarda e Mostert correu bem para ampliar a vantagem para 20 a 10.

Com a desvantagem no placar, a boa defesa do time adversário e uma noite não muito inspirada, já que foi interceptado por uma segunda vez, Patrick Mahomes fez a estrela brilhar no último quarto de partida. O quarterback sensação da liga mandou um míssil de 44 jardas para Tyreek Hill e converteu uma terceira descida decisiva, deixando os Chiefs à vontade para diminuir. Travis Kelce coloca o jogo de volta à vida, com 20 a 17.

Jimmy Garoppolo e os 49ers tiveram um ataque rápido, com um 3-and-out e Patrick Mahomes voltou a campo. O MVP do Super Bowl LIV fez jus ao título com grandes jogadas no último quarto. Correndo com a bola, conectando bons passes e contando com Williams pelo chão, Mahomes levou os Chiefs a mais um touchdown, que deixou os Chiefs em vantagem: 20 a 24.

Menos badalada que a dos 49ers, a defesa de Kansas segurou bem o ataque de Jimmy G., e ajudou os Chiefs a saírem de um jejum que durava 50 anos. Damien Williams ainda conseguiu escapar pela esquerda e correr para 38 jardas, anotando mais um touchdown para o Kansas City Chiefs e fechando a partida em 20 a 31.