Fonte: OpenWeather

    Copa do Brasil


    Fast encara o 1º desafio nacional do ano em batalha Davi contra Golias

    O time amazonense encara o Goiás, da Série A do Brasileiro, pela Copa do Brasil na Arena da Amazônia Vivaldo Lima

    | Foto: Adilson Nascimento

    Manaus - Fast Clube e Goiás se enfrentam nessa quarta-feira (5), em Manaus, para definir quem avança na Copa do Brasil. Após um começo de campeonato conturbado, com apenas uma vitória em quatro jogos, o Rolo Compressor reúne forças para tentar superar um tabu que já dura seis anos. O time comandado por Wladimir Araújo treina nesta segunda-feira (3), às 17h, no estádio Carlos Zamith, localizado no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, e amanhã (4), às 15h45, no campo da Ulbra, localizado no bairro Japiim, Zona Sul de Manaus. 

    O Fast está na chave nove, juntamente com Vasco da Gama (RJ), Goiás (GO), Altos (PI), Aquidauanense (MS), ABC (RN), Santo André (SP) e Criciúma (SC). Como o Goiás joga pela Copa Sul-Americana no dia 11/02, contra o Sol de América, da Argentina, o duelo com o Fast Clube ficou definido para o dia 5 deste mês e inaugura uma sequência de três partidas em sete dias para o esmeraldino.

    De acordo com Hugo Ribeiro, vice-presidente do Rolo Compressor, o duelo contra o Goiás pela Copa do Brasil é muito difícil pelas diferentes realidades que os clubes vivem, com diferenças significativas de investimentos e experiência no elenco. Embora tenha conseguido a vitória no Campeonato Amazonense no último domingo (2), contra o Nacional FC, essa foi apenas a primeira do Fast no Estadual de 2020. 

    "É um jogo de Davi contra Golias, realmente, mas a gente acredita tanto no Estadual, quanto na Copa do Brasil. Estamos com uma boa perspectiva, é um adversário muito difícil, de Série-A, com uma estrutura muito boa e jogadores renomados. Mas vamos para o jogo com o intuito de vencer, só nos interessa a vitória. Não adianta jogar com medo, porque assim vamos perder", afirma o dirigente.

    | Foto: Adilson Nascimento

    O Fast Clube não irá treinar na Arena da Amazônia, palco da partida de quarta-feira, devido a manutenções que estão sendo realizadas desde o fechamento da segunda rodada do Campeonato Amazonense. Sobre isto, Hugo Ribeiro diz ser muito prejudicial para o time que joga em casa, não poder ter esse contato para saber as condições do gramado antes da partida.

    "Não foi possível utilizar a Arena da Amazônia, pois o gramado está em reforma. Isso, inclusive, nos atrapalha. Nós somos o time da casa, e não podemos fazer o reconhecimento do gramado. Acabamos chegando com as mesmas condições do Goiás para a partida de quarta-feira", completa.

    O jogo contra o Nacional serviu para dar ânimo ao time de Wladimir Araújo. Na 4ª colocação, com amplas possibilidades de classificação para a fase de mata-mata do Campeonato Amazonense, o Fast Clube joga contra o Goiás para fazer história e estrear bem em competições nacionais, já que disputa também a Série D do Brasileirão.

    "O clube conseguiu uma vitória importante no clássico contra o Nacional, um dos adversários mais fortes na briga pela classificação. Isso nos motiva para a partida contra o Goiás. Estamos perto da zona de classificação, com apenas três jogos por fazer, então esperamos que a partir de agora os resultados possam vir com mais facilidade", finaliza Ribeiro.

    | Foto: Adilson Nascimento

    Adversário

    Diferente da equipe amazonense, que entra em campo na Copa do Brasil vinda de uma vitória no Estadual, o Goiás vem de um empate em 1 a 1 contra o Vila Nova. O jogo foi no último domingo no estádio Hailé Pinheiro, conhecido como "Serrinha", em Goiânia. Com o resultado, o Verdão ocupa a terceira posição com 8 pontos.

    Ingressos

    Os primeiros 2 mil ingressos serão vendidos a R$ 20,00 (preço único), nas Unidades Laboratório CDL, situadas na rua Monsenhor Coutinho, 874, bairro Centro, Zona Sul, na avenida Rio Jutaí, 630, no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, ou na avenida Autaz Mirim, 5676, bairro São José Operário, Zona Leste. 

    A Boutique do Torcedor, localizada na avenida Carvalho Leal, 1092, bairro Cachoeirinha, Zona Sul, e a loja Digo'S Sport, situada na avenida Rodrigo Otávio, 1407, em frente ao CECOMIZ, no bairro Crespo, também na Zona Sul, estarão com bilhetes à venda. 

    Após o encerramento da promoção, os ingressos podem ser adquiridos no valor de R$ 50 (inteira) e R$ 20 (meia). Se preferir, compre também pelo site: www.guicheweb.com.br.

    | Foto: Adilson Nascimento

    Retrospecto negativo

    Desde 2014, nenhum time do Estado conseguiu o feito de sobreviver à primeira fase da competição. Em 2018, Manaus e Nacional foram eliminados após empatar com CSA (AL) e Ponte Preta (SP). Ano passado, o Gavião do Norte perdeu para o Vila Nova (GO) e o Fast Clube para o Oeste (SP).

    Caso o Gavião do Norte e Rolo Compressor se classifiquem para a próxima fase, enfrentarão, respectivamente, os vencedores dos confrontos: Gama (DF) x Brasil de Pelotas (RS) e Santo André (SP) x Criciúma (SC). Em dez anos, apenas três times do Amazonas passaram da primeira fase da competição.

    | Foto: Adilson Nascimento

    O Penarol (AM) eliminou o Santa Cruz em 2012, enquanto o Nacional avançou de fase em 2013 e 2014. O Princesa do Solimões também chegou na segunda fase em 2014, sendo eliminado pelo Santos (SP).