Copa do Brasil


Fast Clube x Goiás: prováveis escalações, desfalques e arbitragem

Os dois times se enfrentam pela primeira fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira (5), em Manaus

Fast Clube joga contra o Goiás em busca da vitória para passar à segunda fase da competição
Fast Clube joga contra o Goiás em busca da vitória para passar à segunda fase da competição | Foto: Adilson Nascimento

Manaus - Fast Clube e Goiás se enfrentam, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, localizada no bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital, pela primeira fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira (5), às 21h30 (horário de Manaus). Essa é a segunda vez que os dois times se enfrentam. Na outra ocasião, em 2008, o Goiás contou com gols de Paulo Baier, Alex Dias e Schwenk para vencer por 3 a 1. 

Para o primeiro compromisso nacional do ano, o time de Wladimir Araújo chega com 33.3% de aproveitamento e espera melhorar no campeonato, após vitória importante contra o Nacional FC. Em 2020, o Rolo Compressor disputou quatro partidas no estadual, sendo uma vitória, um empate e duas derrotas. Atualmente, ocupa a 5ª posição na tabela de classificação, a um ponto do "G-4".

Já o Goiás, tem uma campanha com 66.7% de aproveitamento, também disputou quatro jogos na temporada e ainda não perdeu (2 V e 2 E). O time goiano é o terceiro colocado no Estadual e joga, nesta primeira fase, com o regulamento a seu favor, já que um empate basta para a classificação. Os desfalques de Ney Franco são os lesionados Léo Sena e Keko, além de Sandro, Victor Andrade e Mike, que ainda aprimoram a parte física. Ignacio Jara só se apresenta ao clube no dia 12 de fevereiro e também está descartado da partida.

Prováveis escalações

​Sem desfalques para o confronto, o Fast Clube, de Wladimir Araújo, deve começar o jogo com Gustavo, Igor, Juninho, Rocha, Ítalo, Dadá, Willian Saroa, Léo Mineiro, Ray, Raylson e Luizão.​​ 

Com três atacantes, o Goiás vai a campo com Tadeu, Vidal, Lucão, Fábio Sanches, Jefferson, Gilberto Junior, Miguel Figueira (Breno), Thalles, Rafael Moura, Lucão do Break e Henrique Almeida.

Fast Clube precisa da vitória, pois o empate classifica o Goiás
Fast Clube precisa da vitória, pois o empate classifica o Goiás | Foto: Adilson Nascimento

Histórico do confronto

Em 2008, o Goiás eliminou o Cacerense (MT) e o Fast passou pelo Santa Cruz (PE), na primeira fase, antes do confronto entre as duas equipes. Segundo o regulamento anterior, o time goiano precisava vencer o jogo no estádio Vivaldo Lima, o "Vivaldão",  por dois gols de diferença para eliminar o jogo de volta.

Paulo Baier marcou o primeiro gol do Goiás aos 38 minutos do 1º tempo, mas o Fast empatou aos 8 minutos do 2º tempo com Ernandes. O Verdão passou novamente à frente aos 22 minutos da etapa final, com Alex Dias, e ampliou aos 30 minutos, com Schwenck.

Desde que este regulamento foi implementado, em 2017, o Goiás não perdeu na primeira fase da Copa do Brasil. Com 65 vitórias na competição, a melhor campanha da história do clube foi em 1990, quando perdeu para o Flamengo, na final. Em 2019, perdeu para o CRB, na segunda fase.

Paulo Baier, ex-jogador, quando atuava pelo Goiás
Paulo Baier, ex-jogador, quando atuava pelo Goiás | Foto: Daniel Marenco

Em 2017, o Fast caiu diante do Vila Nova (GO) e ano passado foi goleado na partida contra o Oeste (SP). Desde 2014, nenhum time do Estado conseguiu o feito de sobreviver à primeira fase da competição. Em 2018, Manaus e Nacional foram eliminados após empatar com CSA (AL) e Ponte Preta (SP), respectivamente. Caso o Rolo Compressor se classifique para a próxima fase, enfrenta o vencedor do confronto entre  Santo André (SP) e Criciúma (SC). Em dez anos, apenas três times do Amazonas passaram da primeira fase da competição.

Arbitragem 

Quem apita a partida é Jonathan Antero Silva, de 33 anos, que será auxiliado por Márcia Bezerra Lopes Caetano e Davi da Silva Oliveira. O quarto árbitro será o venezuelano Freddy Rafael Lopez Fernandez.