Copa Sul-Americana


Fortaleza perde na Sul-Americana, mas da torcida mantém o sonho

Torcida "invade" a Argentina e ajuda o Fortaleza na Sul-Americana, que perde, mas mantém o sonho de classificação

Fortaleza perde para o Independiente por 1 a 0 e busca a classificação dentro de casa, pela Sul-Americana
Fortaleza perde para o Independiente por 1 a 0 e busca a classificação dentro de casa, pela Sul-Americana | Foto: Divulgação

Manaus - O resultado amargo, com derrota por 1 a 0, na estreia internacional do Fortaleza não arrefeceu a animação da torcida que "invadiu" a Argentina para apoiar o time, contra o Independiente, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (13), cerca de 4,5 mil tricolores tomaram o setor destinado aos visitantes no Estádio Libertadores da América, em Avellaneda.

A torcida, animada, cantou do início ao fim e ficou com o grito de gol entalado na garganta algumas vezes, com Osvaldo, David e Romarinho. No fim, a festa foi mesmo do tradicional clube da casa, que venceu por 1 a 0 e saiu em vantagem no confronto. Mas diante do Rey de Copas, dono de sete títulos de Libertadores, o resultado não foi de todo ruim.

Ver essa foto no Instagram

Prazer, América. #LeãoNaSula #VamosFortaleza #CAIxFOR

Uma publicação compartilhada por Fortaleza Esporte Clube ⭐️ (@fortalezaec) em

Agora, o Tricolor precisa vencer em casa por dois gols de diferença para seguir na competição. A partida, na Arena Castelão, está prevista para o dia 27. Se devolver o 1 a 0, o duelo será definido nos pênaltis. Qualquer outra combinação dá a vaga ao Independiente. A expulsão ainda no primeiro tempo de Quintero, um dos líderes da equipe dirigida por Rogério Ceni, atrapalhou os cearenses — ainda que Sanchez Miño também tenha sido expulso também.

Na etapa final, a eficiência do Independiente fez diferença, e Leandro Fernández colocou os argentinos à frente no duelo. Alívio para o time da casa, sob forte pressão da torcida após uma derrota com dois jogadores a mais para o rival Racing, pelo Campeonato Argentino. Para o jogo na Arena Castelão, mais de 33 mil ingressos já foram vendidos e o técnico Rogério Ceni acredita em um público ainda maior para a decisão.

"Quando eles (Independiente) chegarem lá em Fortaleza verão 50 mil pessoas. Tradição e história não entram em campo. Sinto orgulho dos meus jogadores, sei que eles deixaram o melhor em campo. Tivemos bola e jogamos como um time acostumado à competição. Acho que o 1 a 1 teria sido mais honesto. Vamos tentar inverter esse quadro", declarou o técnico tricolor em entrevista coletiva após a partida.

Nos demais jogos de quinta-feira (13) pela Sul-Americana, os mandantes também levaram a melhor. O Zamora (VEN) superou o Plaza Colonia (URU) por 1 a 0, e o Cusco (PER) fez 2 a 0 no Audax Italiano (CHI).