Fonte: OpenWeather

    Barezão 2020


    Técnico Ricardo Lecheva valoriza o empate do Amazonas contra o Manaus

    Técnico Ricardo Lecheva valoriza o empate do Amazonas FC contra o Manaus FC, na última quinta-feira (20)

    Amazonas FC empata, garante liderança e tem vantagem na fase de mata-mata
    Amazonas FC empata, garante liderança e tem vantagem na fase de mata-mata | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Amazonas e Manaus FC se enfrentaram na última quinta-feira (20), na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. Com o empate em 1 a 1, quem se beneficiou foi a Onça Pintada, na primeira colocação, e o técnico Ricardo Lecheva valorizou o resultado.

    Em jogo polêmico, com três pênaltis marcados, o resultado de 1 a 1 pareceu justo, com as duas equipes tendo desempenhos equivalentes. No primeiro tempo, melhor para o auri-negro, mas na etapa complementar, o Manaus FC veio mais forte, arrancou o empate e quase virou.

    Com três pênaltis marcados, jogo entre Manaus e Amazonas teve nervos à flor da pele com polêmicas
    Com três pênaltis marcados, jogo entre Manaus e Amazonas teve nervos à flor da pele com polêmicas | Foto: Lucas Silva

    O técnico Ricardo Lecheva, do Amazonas FC, valorizou o resultado, que representa, de uma forma ou de outra, um empate com o atual tricampeão Estadual.

    “Claro que queríamos a vitória e jogamos para isso, mas até mesmo pelas mudanças que fomos obrigados a fazer, por lesão, acabou complicando na segunda metade do segundo tempo em diante. Mas pelo que apresentou, a equipe está de parabéns e não ficou devendo em nada para o Manaus, que é franco favorito ao título, então saímos satisfeitos”, comentou o técnico.

    Ricardo Lecheva, técnico do Amazonas FC
    Ricardo Lecheva, técnico do Amazonas FC | Foto: Antônio Assis/ FAF

    A próxima partida da Onça Pintada da Zona Leste é contra o 4º colocado na tabela de classificação do “Barezão 2020”, que será definido no próximo domingo (23), no interior.

    Às 15h30, Nacional FC e São Raimundo entram em campo contra Penarol AC e Princesa do Solimões, respectivamente, valendo a vaga nas semifinais. O Naça vai até Itacoatiara (175 km de Manaus), no estádio Floro de Mendonça, onde precisa de uma vitória simples.

    Já o Tufão precisa vencer o Tubarão no estádio Gilberto Mestrinho, o “Gilbertão”, em Manacapuru (68 km da capital), além de torcer por um tropeço do Nacional, seja com empate ou derrota.

    A Onça Pintada entra em campo no segundo jogo das semifinais do Estadual, na quinta-feira (27) e joga tanto esta partida, quanto uma eventual final, com a vantagem do empate após o título simbólico do primeiro turno. Na Arena da Amazônia, o auri-negro entra em campo às 20h30.