Fonte: OpenWeather

    Campeonato Amazonense


    Semifinais do Barezão têm Manaus FC x Fast e Amazonas FC x Nacional FC

    O primeiro jogo da semifinal do campeonato é nesta quarta-feira (26) entre Manaus FC e Fast Clube

    Da esquerda para a direita jogadores dos times Fast, Manaus FC, Amazonas FC e Nacional FC | Foto: Divulgação/Assessorias

    Manaus - Os quatro times semifinalistas do Campeonato Amazonense de 2020 estão definidos. Todos os confrontos aconteceram na Arena da Amazônia e os jogos serão realizados amanhã (26) e quinta-feira (27), à noite. O primeiro duelo é entre o segundo colocado na tabela, o Manaus FC, contra o terceiro colocado, Fast Clube. O segundo duelo é entre o líder do campeonato, Amazonas FC, e o quarto colocado, Nacional Futebol Clube. 

    Gavião do Norte

    Treze vitórias e sete empates nos últimos 20 jogos de Campeonato Amazonense. Esse é aproveitamento do Manaus Futebol Clube, que não sofre derrota na competição desde a 5ª rodada do primeiro turno da edição 2019. Amanhã (26), às 20h, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, diante do Fast, o Esmeraldino pode até empatar para chegar à decisão e manter sua série invicta.

    Durante este período, a equipe conquistou o returno do Barezão do ano passado e faturou o tricampeonato estadual na sequência.

    O período de invencibilidade coincide com a chegada do técnico Welington Fajardo. O treinador completa um ano à frente do clube neste sábado (22). Sua única derrota foi logo em seu primeiro jogo, para o Princesa do Solimões, em Manacapuru. Na capital amazonense, não sabe o que é perder: são 18 jogos, com 13 vitórias e cinco empates.

    Com esses números o Gavião do Norte chega a semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense 2020. Na atual edição da competição, a equipe é dona da segunda melhor campanha. 

    Melhor campanha

    Com a melhor campanha da Série A até agora, o Amazonas Futebol Clube é o time que ocupa o topo da tabela de classificação. No últi jogo da equipe, contra o Manaus FC, no dia 20 deste mês, o técnico Ricardo Lecheva valorizou o resultado do empate em 1 a 1.

    “Claro que queríamos a vitória e jogamos para isso, mas até mesmo pelas mudanças que fomos obrigados a fazer, por lesão, acabou complicando na segunda metade do segundo tempo em diante. Mas pelo que apresentou, a equipe está de parabéns e não ficou devendo em nada para o Manaus, que é franco favorito ao título, então saímos satisfeitos”, comentou o técnico.

    A próxima partida da Onça-Pintada da Zona Leste é contra o 4º colocado na tabela de classificação do “Barezão 2020”, que foi definido no último domingo (23), em Itacoatiara (município distante 175 km de Manaus), em jogo no estádio Floro de Mendonça. No Duelo de Leões, o Nacional Futebol Clube empatou sem gols com o Penarol Atlético Clube, pela sétima fase classificatória do primeiro turno do Campeonato Amazonense.

    Duelo de Leões

    No último domingo (23), na primeira etapa, Nacional e Penarol fizeram um jogo bastante truncado. A primeira oportunidade foi da equipe da casa, aos três minutos, quando Edinho Canutama cruzou para Nena que de cabeça escora para Railson finalizar, mas Bernardo Carvalho faz uma defesa e evita o gol.

    O Mais Querido respondeu em seguida, Charles lançou para Randerson que finalizou pra fora, para animar a torcida nacionalina que se fez presente na cidade da Pedra Pintada.

    Aos 12 minutos, em contra-ataque, Charles recebeu no meio e finalizou, mas pegou muito embaixo da bola e desperdiçou a chance. Na sequência, em bola cruzada, Nena aparece para desviar, e obrigou o arqueiro azulino a novamente fazer a defesa.

    O Naça comandado por Gilberto Pereira decidiu arriscar de fora da área. Aos 24, Guilherme Adolfo cobrou falta na intermediária, mas Rascifran vai no canto e manda para escanteio.  Lance seguinte, foi a vez de Klécio cobrar, mas novamente o goleiro do Penarol salvou.

    Na segunda etapa, a equipe da casa começou pressionando. Aos 11 minutos a bola passou rente à trave. O Leão da Vila apostou em jogadas pelos lados e, aos 21, Fidélis cruzou rasteiro, Guilherme Adolfo finaliza, mas por cima do gol.

    As duas equipes começaram a sentir o cansaço e decidiram colocar jogadores e velocidade para dar um novo ânimo ao jogo. No entanto sem alterações no placar.