Fonte: OpenWeather

    Atletismo no AM


    Maratona Internacional de Manaus apoia movimento #JuntosPeloEsporte

    A campanha tenta recuperar o engajamento dos atletas neste momento de crise

    | Foto: Divulgação/Comitê Paralímpico Brasileiro

    Manaus - A Maratona Internacional de Manaus, principal prova da região que continua marcada para acontecer dia 21 e 22 de novembro, se une ao movimento #JuntosPeloEsporte formado por organizadores de eventos esportivos de todo Brasil. Devido ao grande impacto das medidas impostas para que se contenha a pandemia do novo coronavírus (covid-19), a área foi uma das mais afetadas e por isso, pela primeira vez, praticamente todos os organizadores esportivos do país reuniam forças para buscar soluções a fim de que o setor volte a atuar da mesma maneira que estava antes da pandemia.

    James de Araújo Lima Jr., CEO da To Goal Sports, organizadora da Maratona de Manaus, explica que os organizadores estão evitando cancelar eventos, e sim adiar para que aqueles que já estavam em vigor sejam realizados. “Estamos vendo diversas alternativas de cooperação entre todos para que possamos criar soluções e os eventos nacionais e regionais consigam entregar o que estava prometido, e os que faltam serem realizados ocorram sem que nenhum seja prejudicado, porque no final o prejudicado é o próprio atleta”, afirma.

    A 3ª edição da Maratona Internacional de Manaus, que acontece no dia 22 de novembro, continua com inscrições abertas e traz novidades. Além dos percursos de 42km, 21km e 10km, contará com dois desafios inéditos nos quais os corredores irão testar seus limites: 10k + 42k e 21k + 42k - o atleta irá correr no sábado (21/11) o percurso de 10k ou 21k, conforme sua escolha, e no domingo (22/11) o percurso de 42k.

    Para James, um dos maiores desafios enfrentados pelos organizadores nesse momento tem sido a dúvida se os atletas continuarão participando no segundo momento. “Poderá haver perda de emprego, diminuição da renda, medo de ir as ruas e outros fatores como esses, então temos que recuperar essa dinâmica. Incentivar que os atletas participem dos eventos que já estavam inscritos, evitar o cancelamento ou reembolso e sim utilizar o crédito para os eventos ocorram normalmente. A palavra da vez é paciência e apoio”, diz.

    Na sua 2ª edição em 2019, a Maratona Internacional de Manaus reuniu mais de 2 mil corredores para os diversos percursos oferecidos, com distâncias de 42km (820 atletas), 21km (650), 10km (315) e 5km (250). E contou representantes de todos os estados brasileiros e de 12 países, como EUA, Canadá, Argentina, Colômbia, Peru, Equador, Chile, Portugal e Espanha. Eudi Jesus Piamo Ynfante (02:33:59) foi o campeão geral no masculino, e Márcia da Silva Magalhães (03:36:55), no feminino. Na maratoninha foram 200 participantes.

    “A Maratona de Manaus vai ofertar uma experiência com desafios. Além do desafio do nosso clima, do percurso, e da novidade que é o local para muitos corredores de maratona. Temos uma nova marca, um novo site e novo patrocínio, para oferecer aos atletas um evento diferenciado que vai proporcionar uma ótima experiencia principalmente nesse momento”, finaliza James.

    *Com informações da assessoria