Fonte: OpenWeather

    Luto


    Ex-presidente do Rio Negro Clube, Eymar Gondim morre aos 80 anos

    Engenheiro Civil e ex-presidente do Galo da Praça da Saudade, Eymar Gondim morreu vítima do novo coronavírus

    Presidente do Rio Negro entre 2008 e 2013, Eymar Gondim Pereira morre vítima do coronavírus
    Presidente do Rio Negro entre 2008 e 2013, Eymar Gondim Pereira morre vítima do coronavírus | Foto: Divulgação/ Rio Negro Clube

    Manaus - Eymar Gondim Pereira, de 80 anos, ex-presidente do Atlético Rio Negro Clube, faleceu na última terça-feira (5), vítima do novo coronavírus. Ele foi responsável pelo planejamento e construção de conjuntos habitacionais, como Cidade Nova e Eldorado, e ficou à frente do Barriga Preta entre 2008 e 2013.

    Eymar Gondim Pereira em uma das reuniões enquanto ainda estava à frente do Rio Negro Clube
    Eymar Gondim Pereira em uma das reuniões enquanto ainda estava à frente do Rio Negro Clube | Foto: Divulgação/ Rio Negro Clube

    Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Pará (UFPA), estado onde nasceu, Eymar Gondim atuou como diretor do Rio Negro por diversos anos, mas como presidente ficou apenas por dois mandatos.

    "Com muita tristeza, anunciamos o falecimento de Eymar Gondim Pereira. (...) Paraense, viveu no Amazonas desde 1965. Engenheiro, teve cargos de relevância no estado. Também atuou na filantropia, sendo presidente do Educandário Gustavo Capanema e da APAE Amazonas. Dr. Eymar deixa esposa e três filhos. Obrigado por tudo, Dr!", publicou o Galo da Praça da Saudade, nas redes sociais.

    Eymar Gondim Pereira e a esposa, Hebe Pereira
    Eymar Gondim Pereira e a esposa, Hebe Pereira | Foto: Fernando Coelho

    Além da atuação na parte desportiva, Gondim dedicou a vida à construção civil. Ele foi gerente do Banco Nacional de Habitação (BNH) na região norte, atuou como engenheiro no Departamento de Estradas e Rodagem do Amazonas (DER), foi secretário de Estado de Viação e Obras Públicas do Amazonas (SVOP), atuou como superintendente Adjunto da Superintendência de Planejamento, Execução e Fiscalização de Obras do Amazonas (SUPLAN) e fundou a Associação de Engenheiros e Arquitetos do Amazonas (AEAA).

    Cidadão de Manaus 

    O paraense Eymar Gondim foi homenageado como Cidadão de Manaus em 2015, pelo Câmara Municipal de Manaus
    O paraense Eymar Gondim foi homenageado como Cidadão de Manaus em 2015, pelo Câmara Municipal de Manaus | Foto: Divulgação/ CMM

    Em setembro de 2015, Eymar Gondim Pereira foi homenageado na Câmara Municipal de Manaus (CMM), com o “Diploma Cidadão de Manaus”, que reconhece pessoas que não nasceram em Manaus, mas que se destacam em prol da sociedade manauense. Ele viveu em Manaus de 1965 - quando veio implantar o Ministério de Minas e Energia na cidade - a 2020.