Fonte: OpenWeather

    Ação Solidária


    Símbolo do skate, Bob Burnquist realiza ações sociais durante pandemia

    Por meio do Instituto Bob Burnquist e associação com instituições bancárias, skatista deixa as pistas e diz que "momento é de focar na vida"

    Bob Burnquist funda instituto, em meio à pandemia de covid-19, para potencializar ações sociais
    Bob Burnquist funda instituto, em meio à pandemia de covid-19, para potencializar ações sociais | Foto: Divulgação/ IBB

    Aos 43 anos, o maior vencedor do X-Games - considerada a Olimpíada dos esportes radicais - o carioca Bob Burnquist sabe como ninguém aproveitar as lições do esporte na vida real. Em meio à pandemia do novo coronavírus, o skatista transformou o espaço do restaurante de sua propriedade na Ilha da Gigóia, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na sede do Instituto Bob Burnquist (IBB), fundado recentemente.

     "A solidariedade sempre existiu e agora muito mais. Em meio ao caos, portas se fecham e outra se abrem. Nasce o IBB, com uma visão holística para conectar ações sociais, potencializá-las e trazer a mensagem para a molecada de que eles podem fazer o que quiserem", descreve o skatista.

    O skate, que exige equilíbrio e coordenação, possui aproximadamente 8,5 milhões de praticantes somente no Brasil, segundo pesquisa realizada em 2017 pelo instituto Datafolha. Pela primeira vez na história das Olimpíadas, adiadas para julho de 2021, o skate será uma modalidade oficial. Contudo, para Burnquist, isto não é o principal agora.

    "É um evento bacana e que já tem o seu planejamento, mas o mais importante neste momento é focar na vida. A sociedade levou um tombo e não precisa entrar em desespero, porque vai se recuperar. É como o skatista. Eu mesmo já tive várias lesões e precisei ficar parado por meses. Após esse choque de realidade, com passagem por esta experiência grave, temos que enxergar outra perspectiva para construir um novo mundo", defende o multicampeão.

    Parceria entre IBB e banco privado estendeu projeto sociais para a sete cidades brasileiras, além do Rio de Janeiro
    Parceria entre IBB e banco privado estendeu projeto sociais para a sete cidades brasileiras, além do Rio de Janeiro | Foto: Divulgação/ IBB

    Desde o início da pandemia da Covid-19, o IBB já doou cestas básicas virtuais para 725 famílias em vulnerabilidade social, em parceria com o banco BV (antigo Banco Votorantim). Cada família recebe R$ 300 - valor dividido entre os meses de abril, maio e junho - em cartão alimentação, o que também beneficia o comércio local. 

    "Estamos monitorando tudo o que está acontecendo e iremos ajudar com a estrutura que já temos para superar essa crise. Damos muito valor ao atleta, ao artista, mas eles [médicos] são os verdadeiros heróis, sempre foram, e estão lá na linha de frente. Meu obrigado e uma injeção de ânimo pra todos eles. Vamos respeitar o isolamento, porque o negócio é muito sério", aconselha Burnquist.