Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Santos explica corte salarial de 70%, mas não convence jogadores

    De acordo com o clube, ainda não foi definida a redução salarial

    Segundo jogadores, o acordo para redução era de 30%
    Segundo jogadores, o acordo para redução era de 30% | Foto: Ivan Storti/ Santos FC

    O Santos desmentiu, por nota, que tenha cortado 70% dos vencimentos do elenco profissional. De acordo com o clube, ainda não foi definida a redução salarial, mas os atletas não se convenceram com a explicação e alegam que o clube não tenha honrado com os acordos feitos anteriormente.

    “Ainda não houve desfecho nas negociações de redução salarial com os atletas, e que, independentemente deste fato, optou por tomar a decisão de efetuar o pagamento parcial de seus respectivos salários referentes ao mês de abril, sob a mesma política adotada para todos os demais funcionários do clube. As negociações com os atletas seguirão em andamento, com o intuito de encontrar um denominador comum entre as partes”, diz o clube em comunicado emitido na quinta-feira (14).

    A explicação não convenceu os jogadores, que não escondem a insatisfação. Vários deles publicaram, nas redes sociais, a posição do Sindicato dos Atletas de Futebol do Município de São Paulo (SIAFMSP) - que não abrange os jogadores santistas por ser de outra cidade.

    “Embora tenham negociado um valor de desconto com a direção [30% de seus salários] justamente por compreender a triste e atípica situação, a diretoria, na figura de seu presidente, não apenas não honrou com o combinado, descontando absurdos 70% dos vencimentos. É inadmissível que os atletas passem por esta situação ou qualquer outra semelhante, seja no município de São Paulo ou em outros, no masculino ou no feminino”, diz a nota do SIAFSM.