Fonte: OpenWeather

    Manaus FC


    'Oxigênio' acaba em maio e mês de junho preocupa elenco do Manaus FC

    O presidente do Manaus FC, Luis Mitoso, afirma que o clube pode estar próximo de ter que enfrentar rescisões contratuais

    Sem movimentação de caixa, Manaus FC pode perder jogadores | Foto: Divulgação/ Manaus FC

    Sem movimentação de caixa, Manaus FC pode perder jogadores
    Sem movimentação de caixa, Manaus FC pode perder jogadores | Foto: Divulgação/ Manaus FC

    Manaus - Único time amazonense na Série C do Brasileirão, o Manaus FC vê a paralisação das atividades pelo coronavírus ameaçar o planejamento de toda a temporada. Segundo o presidente Luis Mitoso, a crise da Covid-19 define o mês de junho como determinante para a manutenção do elenco.

    O Gavião do Norte chegava com moral para a estreia na terceira divisão do Campeonato Brasileiro, após conquistar o título inédito do primeiro turno do Barezão e a classificação histórica na Copa do Brasil. Mesmo com redução de 50% no salário dos funcionários, o clube tem o equivalente para superar apenas o mês de maio.

    "Toda empresa faz um orçamento anual. Tem um custo fixo e prováveis receitas, que são as rendas do jogo que não estamos tendo e não teremos mesmo se o futebol voltasse agora, então além disso, perdemos receitas futuras, que estavam quantificadas no nosso orçamento dentro de uma real possibilidade, considerando até o mínimo, mas nem isso", explica o presidente Mitoso.

    Em entrevista ao Em Tempo em abril, o presidente do clube fez um apelo para que os torcedores esmeraldinos participassem do serviço de Sócio Torcedor, lançado em setembro de 2019, e ajudassem o Manaus a continuar "fazendo história". Até a terça-feira (19), no entanto, o clube contava com 398 associados.

    "O campeonato [Brasileirão] iria começar em maio e não vai vir tão cedo, então isso compromete e muito a vida financeira do Manaus. Estamos tentando alternativas e revendo contratos. Em abril e maio conseguimos oxigênio [dinheiro], mas a partir de junho, teremos que nos reinventar e, dentro dessas ações, podem vir as rescisões contratuais", afirma o presidente esmeraldino.

    À frente do Manaus FC, Luis Mitoso é também ex-presidente do Nacional FC
    À frente do Manaus FC, Luis Mitoso é também ex-presidente do Nacional FC | Foto: Daniel Boechat

    Fundado em 2013, o Manaus FC é atualmente o tricampeão Estadual e, em 2020, iniciava (e bem) a trajetória em busca do tão sonhado tetracampeonato. Além título do 1º turno, o Gavião fez história ao ser o primeiro clube amazonense a avançar de fase no novo formato da Copa do Brasil, com a vitória pelo placar de 1 a 0 sobre o Coritiba.