Fonte: OpenWeather

    MMA


    Lutador amazonense Rodrigo Praia está próximo da disputa por cinturão

    Mesmo em isolamento social devido à pandemia do coronavírus, Rodrigo Praia, lutador de Coari, continua se preparando na busca por cinturão de MMA na Rússia

    Caso vença combate no ACA 107, Rodrigo Praia pode disputar cinturão
    Caso vença combate no ACA 107, Rodrigo Praia pode disputar cinturão | Foto: Divulgação/ @rodrigopraiamma

    Acumulando quatro vitórias consecutivas no Absolute Championship Akhmat (ACA), o coariense Rodrigo Praia, de 26 anos, possui mais dois combates a serem realizados no torneio. Caso vença o russo ex-lutador do UFC, Magomed Bibulatov, em junho, Praia espera ter a chance de disputar o cinturão de um dos maiores torneios de MMA da Europa.

    Rodrigo Praia é faixa preta de jiu-jítsu e alia boxe, muay thai e wrestling na busca pelo cinturão do ACA. A última luta pelo torneio foi em dezembro de 2019, quando venceu o lutador Firdavs Khasanov, do Uzbequistão, por nocaute. O coariense lutaria contra Bibulatov no dia 3 de abril, pelo ACA 107, mas a luta foi transferia para o dia 24 de junho, devido ao coronavírus.

    View this post on Instagram

    Foco na missão! Vamos com tudo👊🏽🇧🇷🏆 Dia 3 de abril tem guerra!🔥 Conto com a sua torcida 👊🏽 oss! . @aca_mma @daviramos_ufc @cezarguimaraesbjj @erivanboxer @alexei06 @antoinejaoudewrestler @drnsouriques @crpfisioterapiaoficial @josiel_acougueiro @capoeirabatista @peregrinotuf @gabrielanegreiros #Repost @aca_mma with @make_repost ・・・ 💥 Ещё одно интересное противостояние в карде #ACA107! Магомед @Bibulatov_057 Бибулатов поднимается на одну весовую категорию выше, чтобы встретиться с бразильским проспектом Родриго @RodrigoPraiaMMA Прайа, который идёт на серии из 4-х побед в лиге!

    A post shared by 𝗥𝗼𝗱𝗿𝗶𝗴𝗼 𝗣𝗿𝗮𝗶𝗮 (@rodrigopraiamma) on

    O lutador revela que estava quase no peso ideal para a luta de abril, mas, há apenas duas semanas do torneio, recebeu a notícia do adiamento e do fechamento das academias no Rio de Janeiro, onde ele está desde o início de 2020. Apesar do isolamento, Rodrigo Praia destaca que os treinos continuam à medida do possível.

    "A gente afasta os móveis de casa, faz um treino de boxe, uma luta, exercícios com peso. Atualmente, o treino mudou muito, antes eram duas vezes no dia e hoje faço só um, pela parte da manhã, por duas horas. À noite ainda dou uma corridinha para manter o gás, porque se o evento chamar, preciso estar preparado, então mantenho meu corpo ativo, treinando como posso e com alimentação regrada", afirma o lutador.

    Rodrigo acumula 18 lutas na carreira, sendo 15 vitórias - sendo dez por nocaute - e três derrotas. O adversário no ACA 107 também é "casca-grossa", com um cartel de 15 vitórias e apenas duas derrotas. Magomed Bibulatov participou do UFC em três ocasiões: duas em 2017 e uma em 2019, quando perdeu para o brasileiro Rogério Bontorin.

    "Eu tenho essa luta no ACA, e passando dele acho que vão me deixar disputar o título. Vai ser uma pressão extra, mas já estava treinando forte, continuo mantendo o ritmo e sei que vou estar preparado. Disputar o cinturão para mim é um sonho, ser reconhecido e representar Coari, o Amazonas, é uma recompensa. Se chegar na disputa, vou dar meu máximo", diz, confiante, Rodrigo Praia.