Fonte: OpenWeather

    Cruzeiro


    Em crise financeira, Cruzeiro anuncia rescisões de Robinho e Edilson

    Por meio de nota oficial, Cruzeiro anuncia rescisões contratuais do lateral direito Edilson e do meia Robinho "por aspectos financeiros"

    Em meio à crise financeira, presidente recém-eleito pede compreensão aos torcedores
    Em meio à crise financeira, presidente recém-eleito pede compreensão aos torcedores | Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

    O Cruzeiro Esporte Clube (MG) anunciou, na manhã desta sexta-feira (5), a rescisão contratuais do lateral direito Edilson, de 33 anos, e o meio campista Robinho, de 32 anos. De acordo com a nota oficial emitida pelo clube, a decisão "se dá exclusivamente por aspectos financeiros".

    No comunicado, o presidente recém-eleito, Sérgio Santos Rodrigues, esclareceu que essa foi uma decisão extrema tomada pela diretoria, mas que se alinha com o perfil de direção que pretende implementar no Cruzeiro, de gastar apenas o que o clube possa pagar. 

    “Infelizmente, devido ao cenário que envolve o Clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. Robinho e Edilson são atletas vitoriosos, que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito. Mas a realidade e necessidade de austeridade do Cruzeiro daqui pra frente nos impõe essa mudança", afirma o presidente.

    A título de comparação, Flamengo e Cruzeiro estão em cenário inversamente proporcional, de aproximadamente R$ 1,1 bilhão de distância, nos aspectos financeiros. De 2015 a 2019, o Rubro-Negro indicou superávit de R$ 563 milhões. Já a Raposa, afundou-se em um déficit de R$ 540 milhões, sendo R$ 394 milhões negativos apenas em 2019.

    "Um dos principais compromissos da nossa gestão é preservar a saúde financeira do Clube, e foi isso o que pesou na decisão. Continuamos, porém, atentos ao mercado para reforçar o elenco dentro da nossa realidade e contamos com a compreensão dos nossos torcedores para o nosso momento”, conclui o presidente Sérgio Santos.

    Confira a nota divulgada pelo Cruzeiro EC nesta sexta-feira (5):

    "O Cruzeiro Esporte Clube informa que, na manhã desta sexta-feira, os atletas Robinho e Edilson foram avisados do processo de rescisão, buscando, de forma amigável, o fim da relação contratual entre as partes, em cumprimento da legislação vigente.

    Diante da situação pela qual o Clube atravessa, que é pública e notória, a decisão de se abrir mão dos serviços dos atletas se dá exclusivamente por aspectos financeiros, e precisou ser tomada, após diversas análises internas, diante do compromisso da nova gestão com o futuro da instituição.

    “Infelizmente, devido ao cenário que envolve o Clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. Robinho e Edilson são atletas vitoriosos, que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito. Mas a realidade e necessidade de austeridade do Cruzeiro daqui pra frente nos impõe essa mudança. Um dos principais compromissos da nossa gestão é preservar a saúde financeira do Clube, e foi isso o que pesou na decisão. Continuamos, porém, atentos ao mercado para reforçar o elenco dentro da nossa realidade e contamos com a compreensão dos nossos torcedores para o nosso momento”, ressalta o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

    O Cruzeiro agradece a Robinho e Edilson pelos serviços prestados, pelos títulos conquistados, e deseja sorte e sucesso aos dois atletas no prosseguimento de suas carreiras."