Fonte: OpenWeather

    Campeonato Carioca


    Campeonato Carioca tem derrota do Fluminense, muitos gols e protestos

    Rodada do Campeonato Carioca tem o Fluminense como único grande derrotado, "chuva de gols" e protestos contra o racismo e contra a federação

    Botafogo e Fluminense protestam no retorno aos gramados
    Botafogo e Fluminense protestam no retorno aos gramados | Foto: Reprodução/ Twitter @Botafogo

    Estádios vazios, protestos, medidas de prevenção e muitos gols marcaram o retorno de Fluminense, Vasco e Botafogo ao Campeonato Carioca. O tricolor foi o único dos quatro grandes a sair derrotado. Pelas redes sociais, as equipes também pregaram respeito no Dia do Orgulho LGBTQI+.

    O primeiro a pisar em campo foi o Botafogo, para enfrentar a Cabofriense. O alvinegro entrou em com a mensagem “vidas negras importam” estampada na frente da camisa. Mas o que chamou a atenção era a faixa “Protocolo bom é o que respeita as vidas”, exibida pelos jogadores, A frase é uma crítica à Ferj, que liderou a retomada do Campeonato Carioca em meio à pandemia da Covid-19.

    Dentro das quatro linhas, os botafoguenses golearam por 6 a 2 o time da Região dos Lagos. Pedro Raul marcou duas vezes, além de Cícero, Bruno Nazário Luis Henrique e Caio Alexandre. Aos dois minutos da partida, os alvinegros pararam a bola e se ajoelharam, repetindo o gesto antirracista que percorre o mundo, desde a morte do norte-americano George Floyd, em 25 de maio, asfixiado pelo joelho de um policial.

    A vitória da equipe da estrela solitária coloca o Botafogo na briga pela segunda vaga do Grupo A, já que a primeira foi assegurada pelo Flamengo. Quem também renasceu na competição foi o Vasco. Na estreia do técnico Ramon Menezes, o Cruz-maltino venceu o Macaé por 3 a 1, em São Januário.

    Todos os gols vascaínos foram marcados por Germán Cano. “Sempre sonhava poder marcar minha primeira tripleta (três gols), por sorte pude conseguir”, disse o argentino no canal do clube no youtube, já que entrevistas e coletivas, por enquanto, seguem proibidas.

    O resultado, somado à derrota de Madureira para o Resende (2 a 0), mantém a esperança do Vasco (5 pontos) de chegar às semifinais pelo grupo B. Mas quem está mais perto da vaga é o Volta Redonda (7 pontos), que surpreendeu o líder dessa chave, o Fluminense (9 pontos), com vitória de 3 a 0.

    O tricolor não quis jogar no Maracanã, alegando desrespeito aos pacientes de Covid-19 sob cuidados médicos no hospital de campanha, montado dentro do complexo esportivo do estádio.O jogo então aconteceu no Estádio Nilton Santos, com direito a faixa de agradecimentos aos profissionais da saúde na entrada do time.

    No retorno de Fred, o artilheiro não marcou e acabou substituído pelo técnico Odair Hellmann no intervalo da partida. Quem balançou as redes foi o Voltaço, com Pedrinho e Saulo Mineiro, por duas vezes. Todas as equipes voltam a jogar na próxima quarta-feira (1º) pela última rodada da Taça Rio