Fonte: OpenWeather

    Jiu-Jitsu Virtual


    Vencedora no 'Oscar do MMA', Yana Gadelha mira pódios virtuais

    Yana Gadelha foi eleita Revelação do Ano no prêmio Osvaldo Paquetá

    Yana Gadelha disputa o Torneio Antunes Team Online
    Yana Gadelha disputa o Torneio Antunes Team Online | Foto: Reprodução/Instagram @yanagadelhaa

    Manaus - Em março deste ano, a amazonense Yana Gadelha, de 23 anos, foi eleita "Revelação do Ano" no prêmio Osvaldo Paquetá - considerado o Oscar do MMA brasileiro. A honraria veio apenas dez meses após o início dela na modalidade e agora, o foco da campeã passou à esfera virtual.

    Yana ficou em segundo lugar no MFC 16, Grand Prix virtual de MMA, realizado em 2 de julho.  Com um cartel de quatro vitórias e apenas uma derrota, a faixa marrom em jiu-jitsu briga pelo pódio no Torneio Antunes Team Online, da academia paranaense Antunes Team, desde a última quinta-feira (16).

    "É um campeonato on-line, onde você manda um vídeo de 15 segundos lutando e uma foto. Começa nas quartas-de-final e, conforme vai ganhando votos nos stories do Instagram, passa para a próxima fase", explica, sobre o torneio virtual que reúne 16 atletas, exclusivamente mulheres.

    No total, são cinco participantes graduadas na faixa preta, cinco da faixa marrom e seis da faixa roxa. As inscrições foram gratuitas e a premiação inclui R$ 400 e uma hospedagem no Condor Hotel, no Centro de Curitiba. 

    Preparação em casa

    Com a pandemia do coronavírus, as academias ficaram fechadas até o terceiro ciclo da reabertura do comércio, em Manaus. Yana Gadelha destaca, no entanto, que não teve descanso e as preparações continuaram. "Fiquei treinando em casa, bastante cardio e treinamentos funcionais", diz. 

    O prêmio de Revelação do Ano no "Oscar do MMA" abriu novas portas, mas foram parcialmente fechadas pela pandemia. A volta ao cenário competitivo deve ocorrer no final de agosto, em um torneio regional que a atleta negocia.

    "Voltamos os treinos na academia tem alguns dias, e essa transição foi um pouco difícil pelo fato da diferença de treinamento, porém voltei bastante focada, determinada, e voltando aos poucos a rotina de treinamento. Estou muito feliz com a volta. Feliz com a minha evolução. Venho aprendendo bastante coisas.

    View this post on Instagram

    Hoje me tornei campeã do Prêmio Osvaldo Paquetá de MMA na categoria revelação feminina, com apenas 9 meses com 5 lutas, 4 vitórias e 1 derrota, trago para Manaus- Amazonas e minha equipe a estatueta do Oscar nacional do MMA. E é com muita felicidade e gratidão que venho agradecer a Deus em primeiro lugar sempre, e agradecer a todos que tiraram um tempinho para ir até o site para votar em mim, e também aos que compartilharam, agradecer a minha equipe @mpbjj, minha família que fizeram campanha de votação. Agradeço de todo meu coração. ❤❤❤🙏🎊🎉🎉🎉🎉🥊🥊🥊🥊🥊 @fitone_manaus @bodymonstersuplementos @confragastrobar @fatiarefriosfatiados @esterlopescosta #mpbjj #mpbjjnovaunião #mmaamazonense #mmafemininobr #mmafeminino

    A post shared by Yana Camara Gadelha (@yanagadelhaa) on

    Atualmente, Yana Gadelha se inspira nas trajetórias da conterrânea Ketlen Vieira e da baiana multi-campeã do UFC, Amanda Nunes, para alavancar a carreira. Além do combate de agosto, outras lutas da atleta devem ocorrer ainda em 2020.

    Leia Mais 

    Amazonense Yana Gadelha é eleita a 'Revelação do Ano' no Oscar do MMA

    'Dei o meu melhor', afirma José Aldo após perder luta por nocaute