Pandemia


Associações de tênis cancelam competições que aconteceriam na China

Decisão foi tomada depois que o governo chinês proibiu eventos esportivos internacionais

Decisões são da ATP e WTA
Decisões são da ATP e WTA | Foto: Reuters

Mundo - A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) e a Associação de Tênis Feminino (WTA) divulgaram uma nota nesta sexta-feira (24) em que anunciam o cancelamento dos campeonatos programados para o ano de 2020 na China por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

Segundo a nota divulgada pela ATP, a decisão foi tomada depois que o governo da China decidir, ainda no início do mês de julho, que “nenhum evento esportivo internacional aconteça na China pelo restante do ano”.

Com isso, eventos da ATP, como o Shanghai Masters (único Masters 1000 da Ásia), o China Open (do ATP 500) e o Chengdu Open (do ATP 250), não ocorrerão em 2020.

A medida das associações também são válidas para as competições da WTA, como o China Open, o Jiangxi Open e o Guangzhou Open.

No comunicado, o presidente da ATP - Andrea Gaudenzi - lamentou o cancelamento das competições, mas ressaltou que respeita a decisão dos chineses.

“É com pesar que anunciamos que os torneios ATP não serão disputados na China este ano (...) “Nossa abordagem ao longo desta pandemia sempre foi seguir a orientação local ao realizar eventos. Respeitamos a decisão do governo chinês de fazer o melhor para o país em resposta à situação global sem precedentes”, conclui o dirigente.

Leia Mais

Vice-presidente do COI defende simplificação dos Jogos de Tóquio

Seleção brasileira participa de desafio virtual de nado artístico

Aos 54 anos, Mike Tyson retorna aos ringues para luta de exibição