Cabe Recurso


FAF estuda recorrer de decisão do TJD-AM sobre retomada do Barezão

TJD-AM votou, de forma unânime, pela retomada do Barezão 2020

FAF já havia encerrado Amazonense 2020
FAF já havia encerrado Amazonense 2020 | Foto: Reprodução

Manaus - Na última segunda-feira (17), o Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) decidiu, de forma unânime, que o Campeonato Amazonense de 2020 deve ser retomado de onde parou. A decisão contraria a Federação Amazonense de Futebol (FAF), que encerrou a competição e estabeleceu que Amazonas FC e Penarol seriam os representantes do estado em competições nacionais. 

O decreto ainda é passível de recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e, com isso, a FAF irá aguardar o andamento do caso - assim como Amazonas FC e Penarol devem fazer, já que avaliam recorrer da resolução. 

O diretor de competições da FAF, Ivan Guimarães, afirmou que, em caso de uma possível volta do Amazonense, esta poderá acontecer apenas em 2021. Isto ocorre porque Manaus FC, Nacional e Fast estarão no meio de competições nacionais.

“Estamos avaliando a possibilidade de entrar com recurso, pois temos até sexta-feira para tomar tal decisão. O caso ainda está em aberto, a resolução do TJD-AM não é definitiva, então não adianta se reunir com os clubes por enquanto para debater uma possível volta. Temos que esperar as instâncias serem encerradas”, declarou Guimarães ao Globo Esporte. 

Ele ressalta que a disputa da divisão de acesso - que deve acontecer entre outubro e novembro - não depende do parecer que envolve a Série A do Barezão. Com isso, a Série B pode ser realizada antes mesmo de uma provável retomada da Série A 2020.

“A competição será realizada ainda neste ano para sabermos os dois clubes que vão ascender à elite do ano que vem. Caso o recurso seja procedente, teremos 10 clubes na primeira divisão em 2021. Caso contrário, dois serão rebaixados e teremos oito times”, finalizou.

Leia mais: 

FAF abre período de inscrições para campeonatos feminino e masculino