Aventuras


Projeto promove aventuras a deficientes físicos do Amazonas

Idealizadores realizam o projeto para levar as pessoas com deficiências a lugares que antes pareciam impossíveis de chegar

| Foto: divulgação

Manaus - O projeto Radical é Ser do Bem (@radicaleserdobem) chega a Manaus com o intuito de promover aventuras a deficientes físicos, que antes pareciam impossíveis, e causar reações de felicidade, entusiasmo e auto desafio aos participantes que aceitarem participar da aventura. Segundo um dos idealizadores do projeto, Saul Pantoja, tudo começou após um aluno dele o contatar falando que sua esposa tinha o sonho de subir até o Monte Roraima.

"O nosso intuito é que pessoas que nunca tiveram a oportunidade de estar nesses ambientes de montanhas, trilhas, cachoeiras, tenham essa oportunidade. Ano passado nós estávamos na Venezuela, ministrando um curso de resgate em áreas remotas, e um dos alunos nos procurou, após o curso, falando que a esposa dele tinha uma deficiência nas pernas e o maior sonho dela era subir o Monte Roraima. Nós topamos fazer esse desafio, mas por conta da pandemia não aconteceu", conta Saul.

Marcelo foi a primeira pessoa atendida pelo projeto em Manaus
Marcelo foi a primeira pessoa atendida pelo projeto em Manaus | Foto: Divulgação

O projeto não tem nenhum fim lucrativo e as despesas são arcadas pelos próprios idealizadores. De acordo com uma das integrantes, Pollyana Rodrigues, o objetivo principal é sensibilizar a comunidade geral e empresarial para a necessidade de promover mais atividades que se traduzem em benefícios individuais e sociais inclusivos para pessoas deficientes.

A primeira expedição foi até a Cachoeira do Sussuarana, localizada na Vila de Balbina, após uma trilha de 4 quilômetros, em agosto deste ano. De acordo com Marcelo da Costa Prestes, 36, que tem dificuldade de mobilidade, a experiência foi incrível.

"Foi ótimo, um passeio maravilhoso. Há muito tempo eu não fazia esse tipo de aventura, que eu não ia até uma cachoeira, fazer uma trilha. A última vez que fui eu tinha 18 anos, em um daqueles passeios de igreja, o pessoal me levou. Eu não tinha muita esperança de que realmente fosse acontecer, mas eles vieram, me levaram. Foi realmente incrível", relata Marcelo.

Para Saul, a ideia ainda precisa de melhorias para se adaptar a vários tipos de ambientes. "Do jeito que ela está projetada hoje, funciona para alguns ambientes e o que eu propus foi adaptar com um pneu maior para que ele consiga passar por obstáculos com mais facilidade". A cadeira adaptada 'Juliette' foi doada pelo Instituto Montanha para Todos, que a idealizou para promover o acesso de pessoas com deficiência a montanhas e trilhas.

A cadeira foi idealizada pelo Instituto Montanha para Todos
A cadeira foi idealizada pelo Instituto Montanha para Todos | Foto: Divulgação

As atividades são variadas, realizadas em interação com um ambiente natural, com um espírito de aventura, que contém algum grau de risco controlado, desafio, exploração e descoberta, proporcionando emoções. Elas proporcionam estímulos em vários níveis, tendo um forte impacto a nível psicológico e físico resultando em efeitos positivos a nível da autoestima e do desenvolvimento pessoal e social dos envolvidos.

A primeira expedição foi até a Cachoeira do Sussuarana, localizada na Vila de Balbina
A primeira expedição foi até a Cachoeira do Sussuarana, localizada na Vila de Balbina | Foto: Divulgação

Cada atividade é estruturada de forma adequada em termos de estimulação, segurança e motivação, e permite superar medos, obter sensação de liberdade, conquistar e ultrapassar limites, desenvolver o autocontrole e as relações interpessoais, ao mesmo tempo que promovem a interação dos integrantes com a natureza. Para participar, os interessados podem entrar em contato através dos números: (92) 98117-0384 - Elter e (92) 98487-0660 - Pollyanna. Não é necessário o pagamento de nenhuma taxa.

Leia mais

Acessibilidade ainda impõe desafios para eleitorado com deficiência

Amazonense monta a própria "Kombi Home" para viajar pelo mundo

Conheça dez praias e cachoeiras para fugir do calor amazonense