Futebol


Manaus e Treze-PB empatam em jogo marcado por confusão

Equipes se enfrentaram pela sexta rodada dada Série C

Os jogadores do Treze partiram pra cima do juiz Ilbert Estevam da Silva, que já tinha expulsado dois jogadores da equipe paraibana
Os jogadores do Treze partiram pra cima do juiz Ilbert Estevam da Silva, que já tinha expulsado dois jogadores da equipe paraibana | Foto: Ismael Monteiro/MFC

Na Arena da Amazônia, Manaus e Treze, da Paraíba, empataram em 1 a 1. A partida de futebol terminou em confusão, após gol dos donos da casa aos 52 do segundo tempo. A Polícia Militar entrou em campo e usou gás de pimenta para conter os ânimos.

Por pouco, os atuais campeões paraibanos não conquistaram a primeira vitória na Terceirona, que segue na penúltima posição do grupo A da Série C com dois pontos, mas com um jogo a menos. Já os donos da casa perderam a chance de chegar ao G-4 da chave. O time amazonense permanece com sete pontos e na sétima posição.

Os jogadores sofreram com o calor do estádio, com sensação térmica acima dos 30 graus Celsius. No primeiro tempo, as melhores oportunidades vieram das bolas paradas, mas ninguém conseguiu movimentar o placar. O gol do Galo da Borborema saiu aos 7 minutos da segunda etapa. Após boa jogada coletiva, Gilvan arrematou para o fundo da rede do Gavião. Aos 52, o Manaus chegou ao empate com Matheusinho de cabeça.

A partir daí, o futebol saiu de cena. Revoltados com a arbitragem, os jogadores do Treze partiram pra cima do juiz Ilbert Estevam da Silva, que já tinha expulsado dois jogadores da equipe paraibana. Nesse momento, o batalhão de choque precisou entrar em ação. Ainda faltavam três minutos de acréscimos, mas não havia mais nenhum clima para um evento esportivo.