Fonte: OpenWeather

    Fast Clube


    Fast Clube estreia no Brasileirão contra o Galvez neste domingo (20)

    O Fast encara o Galvez, na Arena Acreana, às 18h (de Manaus), na corrida pelo tão sonhado acesso à terceira divisão do Brasileirão

    Fast estreia fora de casa e inicia caminhada rumo ao acesso
    Fast estreia fora de casa e inicia caminhada rumo ao acesso | Foto: divulgação

    A espera acabou: o Fast Clube estreia neste domingo (20), na 12ª edição da Série D do Campeonato Brasileiro. O Tricolor de Aço entra em campo contra o Galvez Esporte Clube (AC) na Arena Acreana, às 18h (de Manaus), na corrida pelo tão sonhado acesso à terceira divisão do Brasileirão.

    "Sabemos que os jogos fora de casa são muito importantes. A competição é muito difícil e, quem conseguir pontos fora, leva vantagem. Posso dizer que estamos muito esperançosos pela qualidade do elenco, não tenho dúvidas que o Fast vai fazer uma boa Série D", afirma Dênis Albuquerque, presidente do Tricolor.

    Após a campanha que rendeu o quarto lugar no Campeonato Amazonense de 2020, o Fast passou por mudanças no elenco e na comissão técnica para a estreia. O técnico Wladimir Araújo, cotado para continuar no comando do time, foi substituído por Ricardo Lecheva, líder da classificação geral do "Barezão 2020" com o Amazonas FC.

    FOTO 1

    Além disso, o clube anunciou 22 jogadores para compor o elenco, nesta que é a terceira participação na Série D. Seis deles também com passagem pela Onça-Pintada da Zona Leste e a expectativa é de que façam parte do time titular do "professor" Lecheva. O meia João Paulo, mais recente contratação, só deve estar apto para jogar na próxima partida, já em Manaus, contra o Rio Branco (AC).

    "A qualidade individual desse time é diferente. O Fast se preparou durante 38 dias e, sem desmerecer, hoje o elenco do Fast tem uma qualidade superior ao time que disputou o Estadual. Sabemos que o adversário é difícil, mas o Fast está preparado para isso e queremos voltar com os três pontos", destaca o presidente do clube.

    Até a estreia, o Fast disputou três amistosos ou "jogos-treino" e venceu apenas um deles, contra o time Sub-20 do Manaus FC. Contra o time principal do Gavião do Norte, empate pelo placar de 1 a 1. Já contra o Nacional FC, o time saiu derrotado por 2 a 1.

    Campeão acreano

    O Galvez E.C. chega à segunda participação consecutiva na Série D do Brasileirão. Criado em 2011, o time acreano é o atual campeão Estadual e acumula participações na Copa do Brasil e na Copa Verde. Para o confronto contra o Fast, no entanto, os "donos da casa" sofrem com desfalques.

    O atacante Adriano, camisa dez e um dos destaques do time na disputa do Campeonato Acreano, está machucado e só deve estrear no terceiro confronto do Galvez na tabela. Renato, que atua tanto como volante, quanto como lateral, cumpre suspensão por expulsão na Copa Verde de 2019.

    Dos seis novos contratados desde a pausa pela pandemia, apenas o atacante Wanderson Negrão, que não disputa uma partida oficial desde março, deve estar à disposição do treinador Zé Marco - que esteve à frente do comando técnico do Princesa do Solimões em 2015 e 2016. 

    Regulamento e arbitragem

    Na primeira fase da Série D do Brasileirão, que começou ontem (19), 64 times são divididos em oito grupos e apenas os quatro melhores colocados avançam à fase de mata-mata, que define os classificados à Série C do Brasileirão. A final está prevista para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

    Além de Fast e Galvez, o grupo 1 da quarta divisão conta também com Rio Branco (AC), Atlético (AC) Bragantino (PA), Independente (PA), Vilhenense (RO) e Ji-Paraná (RO), que eliminou o Nacional FC com duas vitórias por 2 a 1.

    A escala de árbitros para o confronto está definida pelo departamento de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O goiano Anderson Ribeiro Gonçalves apita o jogo com auxílio de Rener Santos de Carvalho e Mario Jorge Ferreira Lima, ambos do Acre.

    O 'sonho Maicon'

    O Fast Clube negociava indiretamente a contratação do lateral-direito Maicon, ex-Seleção Brasileira e com enorme sucesso no futebol italiano. As conversas aconteceram por intermédio do agente do jogador, que também atua com o atacante Luizão.

    Apesar da expectativa para o reforço de renome, foi o Villa Nova (MG) - que está no grupo 6 da Série D - que anunciou o jogador. No Brasil, Maicon se destacou pelo Cruzeiro e decidiu dar continuidade à carreira no mesmo estado de onde saiu.

    O jogador defendeu a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 2010 e 2014 e foi campeão da Liga dos Campeões da Europa com a Inter de Milão, juntamente com o goleiro Júlio César e o zagueiro Lúcio, na temporada 2009/2010.

    Prováveis escalações

    Ainda é cedo para afirmar com precisão qual o time que Ricardo Lecheva deve escalar para a partida na Arena Acreana, mas o presidente do clube adiantou que quatro remanescentes do elenco que disputou o Estadual devem fazer a "base" do time titular.

    Com base nos amistosos disputados, o time deve ir a campo com: Rangel; Bernardo de Paulo, Bernardo, Guilherme Möler e Souza; Dênis Pedra, Dadá e Emerson Bacas; Charles, Geraldo e Caíque (Negueba).

    Já o Galvez, que manteve o elenco campeão estadual, deve ser escalado pelo técnico Zé Marco com: Miller; Jaílson, Jô, Weverton e Alfredo; Neto, Joel e Pablo; Índio, Vinícius e Daniego (Erick).