Fonte: OpenWeather

    Perigo no futebol


    Sinalizador atirado de fora do estádio interrompe partida na Turquia

    O sinalizador foi arremessado de fora do estádio. Apesar do perigo, ninguém ficou ferido

    A partida que terminou em 0x0 foi interrompida por causa do sinalizador
    A partida que terminou em 0x0 foi interrompida por causa do sinalizador | Foto: Onur Coban/Getty Images

    Um perigo que ronda as partidas de futebol no Brasil e ao redor do mundo são os sinalizadores. O instrumento pirotécnico interrompeu a partida do clássico entre Galatasaray e Fenerbahçe, neste domingo (27), na Turquia.

    Bastou o jogo começar, o sinalizador caiu no gramado e a partida precisou ser interrompida por alguns minutos. O jogador brasileiro Marcão que atuava no Atlético-PR foi quem pegou o artefato e tirou do local. 

    O uso de sinalizadores é proibido nos estádios da Turquia e não era possível identificar qual grupo estava arremessando os objetos para dentro do estádio Galatasaray. 

    Casos com sinalizadores

    Em 2013, na partida do Corinthians contra o San José, no estádio Jesús Bermúdez pela Taça Libertadores da América, um adolescente de 14 anos morreu após ter sido atingido por um sinalizador no rosto. 

    Natural de Cochabamba, Kevin Douglas Beltrán Espada foi atingido no olho. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Obrero, em Oruro, mas não resistiu. Segundo o médico que atendeu o garoto, a morte foi instantânea.

    O adolescente perdeu parte da massa encefálica devido ao projétil, um tubo de plástico, que penetrou no crânio. Por conta disso, a morte foi imediata. Na época, 12 torcedores do Corinthians foram presos. 

    O homem teve a mão dilacerada após explosão de sinalizador
    O homem teve a mão dilacerada após explosão de sinalizador | Foto: Reprodução

    Em 2019, um torcedor de 38 anos teve a mão dilacerada após explosão de um sinalizador. Ele passou por uma cirurgia. O acidente aconteceu durante a festa da torcida Atletico no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, no Paraná. 

    Leia mais:

    Vasco empata com Bragantino e entra, provisioramente, no G4

    TRT-RJ suspende Palmeiras e Flamengo devido a infectados por Covid-19