Atuação do clube


Torcida cobra mais do Palmeiras após goleada na Libertadores

A vitória colocou o time no topo da tabela com 13 pontos

Torcida cobra time ofensivo em campo
Torcida cobra time ofensivo em campo | Foto: Divulgação Palmeiras

A goleada da última quarta-feira (30) foi a terceira maior na história do Verdão em um confronto válido pelo torneio internacional, sendo que Luxemburgo esteve presente em duas delas. Apesar da grande atuação, torcida cobra time ofensivo em campo nas demais partidas. 

As outras foram: Palmeiras 7×0 El Nacional-EQU (Valdir Espinosa), em 04 de abril de 1995, e Palmeiras 6×1 Boca Juniors-ARG (Vanderlei Luxemburgo), em 09 de março de 1994.

“Foi um grande jogo com uma atuação convincente, muito boa. A equipe se apresentou muito bem. Mas nós sabemos as cobranças que estão acontecendo, mesmo com a gente liderando a Libertadores”, afirmou Luxemburgo em entrevista coletiva depois da goleada.

Com mais um resultado positivo pela Libertadores, Luxa também ampliou a sua invencibilidade na competição com as cores do Palmeiras para sete duelos: quatro triunfos e três empates.

Torcida no AM

O torcedor amazonense do Palmeiras, Jarlisson Cruz, de 27 anos, avalia o time e suas atuações nos campeonatos e o momento em que a torcida espera mais o time. 

O torcedor amazonense avalia o time em campo
O torcedor amazonense avalia o time em campo | Foto: Reprodução

“A temporada do Palmeiras de 2020 vive de altas e baixas, com poucas contratações e a atuação do velho conhecido da torcida, o Luxemburgo. Eles iniciaram o campeonato paulista com bons e maus resultados. A gente, como torcida, cobrou muito um futebol ofensivo como o de San Paoli e Renato Gaúcho que em 2019, fizeram bons torneios e belos campeonatos. Por conta da pandemia não deu tempo de desenvolver esse jeito ofensivo”, relembrou o torcedor. 

O título do paulista em cima do grande rival Corinthians serviu, segundo ele, para trazer a alegria ao torcedor, mesmo sendo um “grande sufoco”. 

“O Brasileirão começou e estar entre os primeiros na tabela não é o suficiente para fazer a torcida morrer de amores pela equipe atual. A torcida perde a paciência com os empates e dificuldades de vitória. Quando o Dudu saiu para jogar no Qatar, o time começou a ter dificuldades para encontrar um substituto”, pontuou.

Jarlisson comenta que a base do Palmeiras tem sido primordial para compor o time atual, com os nomes Patrick de Paula, Gabriel Verón, Gabriel Menino e Lucas Esteves têm proporcionado momentos de alívio para a torcida. 

“Com relação a Libertadores, o nosso time tem se saído bem, lidera o grupo com 13 pontos. O primeiro tempo do último jogo foi apático, mas a equipe conseguiu vantagem com 1 a 0. No segundo tempo veio avassalador, ofensivo e enfiando mais quatro gols com jogadores marcando pela primeira vez”, relembrou. 

Ele termina dizendo que a torcida gosta, mas ainda desconfia das atuações para os próximos jogos. A torcida espera que o clube melhore, mesmo com a goleada e a liderança na tabela. 

Luxa e vitórias 

Em sua quinta passagem pelo Maior Campeão do Brasil, Vanderlei Luxemburgo soma 25 jogos de Libertadores pelo clube. Ele é o segundo treinador da história palmeirense com mais partidas no torneio continental e o segundo com mais vitórias (13, além de cinco empates e sete reveses), atrás apenas de Luiz Felipe Scolari (43 partidas e 23 resultados positivos).

O próximo compromisso do Palmeiras pela atual edição da Conmebol Libertadores será contra o Tigre-ARG, no dia 21 de outubro (quarta), às 21h30, no Allianz Parque, pela última rodada da fase de grupos do torneio.

Leia mais:

Duelo de gigantes: CR7 e Messi sem enfrentam na Champions League 

Palmeiras goleia Bolívar e avança para oitavas