Libertadores


Invicto na libertadores, Santos vence Defensa Y Justicia de virada

Peixe derrotou os argentinos por 2 a 1 e garantiu a segunda melhor campanha da competição

O Santos venceu de virada o Defensa y Justicia por 2 a 1, na noite desta terça-feira (20), na Vila Belmiro. Na última partida da fase de grupos da Copa Libertadores, o time praiano garantiu a vice-liderança geral da competição. Peixe torce agora por um tropeço do Palmeiras, para tentar melhor campanha.Sorteio das chaves das oitavas de final do maior torneio das Américas será na próxima sexta-feira (23).

O jogo

Sem surpresas na escalação e com permanência de Soteldo, Santos começou a partida impondo seu ritmo de jogo. A primeira chance criada foi aos 3 minutos, com Kaio Jorge, que recebeu cruzamento de Arthur Gomes, mas mandou a bola para fora. A partida seguiu bem disputada e com o Defensa y Justicia dando espaço para o time da Vila Belmiro sair no contra-ataque.

Aos 11, Arthur aproveitou erro na saída de bola da defesa, mas foi travado na hora do chute e ganhou o escanteio. Porém, o Peixe teve dificuldades na marcação no meio campo e os argentinos deram a resposta. Hachen se livrou da zaga e exigiu boa defesa do goleiro João Paulo, aos 28.

Precisando da vitória, Hernán Crespo armou a equipe para o ataque e, na segunda metade do segundo tempo, a equipe cresceu. Aos 35, Braian Romero finalizou livre e por pouco não abriu o placar. Apostando na velocidade, o Santos ainda teve outra chance com Soteldo, mas o baixinho quase não alcançou a bola, que foi pela linha de fundo. Já aos 45, Jobson levou o terceiro amarelo e será desfalque na ida das oitavas de final.

Sem conseguir aproveitar as chances criadas, Cuca mexeu no segundo tempo e voltou com Lucas Lourenço no meio, no lugar de Jean Mota, tentando dar mais qualidade no último passe. Mas logo aos 6 minutos, o Defensia aproveitou espaço pelo lado direito e mal posicionamento da zaga. Braian Romero recebeu cruzamento de Pazzini e só empurrou a bola para o fundo da rede.

O Alvinegro tentou dar a resposta aos 11, com Kaio Jorge, que recebeu boa bola de Felipe Jonatan, mas chutou para fora. Na sequencia o centroavante furou e disperdiçou mais uma oportunidade. Cuca fez mais alteraçõs, Sandry entrou no lugar de Jobson, no meio-campo, e Lucas Braga, substituiu Arthur Gomes no ataque.

Aos 16 foi a vez de Isnaldo, livre, perder uma grande chance para os argentinos. Com as duas equipes classificadas para as oitavas de final com o resultado parcial, o jogo esfriou. Camacho entrou no lugar de Pizzini, pelo Halcón. O Peixe também mudou e Wagner Leonardo veio no lugar de Felipe Jonatan. Aos 32, o jovem zagueiro estava improvisado como lateral direito e deu a assistência para Lucas Braga empatar a partida e marcar seu primeiro gol como profissional.

O Defensia voltou a crescer no jogo e dar trabalho para a defesa santista. Marcos Leonardo substituiu Pará, que sentiu a coxa direita. Mais uma vez, um Menino da Vila que entrou na partida brilhou. Aos 46, Lucas Braga puxou o contra-ataque e serviu Marcos Leonardo, para a virada santista. Nos instantes finais, Diego Pituca salvou um chute do goleiro Usain e garantiu a vitória por 2 a 1.