Eliminatórias da Copa 2022


Brasil x Venezuela: time Canarinho joga com superioridade e desfalques

O Brasil venceu 21 vezes em 25 jogos contra a equipe venezuelana. Apesar da superioridade, o clube enfrenta desfalques e muitas mudanças no elenco

O Brasil vai em busca de mais três pontos para manter a liderança na competição
O Brasil vai em busca de mais três pontos para manter a liderança na competição | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil enfrenta nesta sexta-feira (13), nada supersticiosa, mas sim de sorte (de acordo com Zagalo), a seleção da Venezuela pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022, no Morumbi, em São Paulo, às 21h30.

O Brasil venceu 21 vezes em 25 jogos contra a equipe venezuelana. Com superioridade, o clube enfrenta desfalques e mudanças nas convocações 

Treinos

Na Granja Comary, em Teresópolis, o técnico Tite voltou a trabalhar conceitos táticos com o time, dessa vez em campo reduzido.

Tite comandou dois exercícios coletivos durante o treinamento. No primeiro, os jogadores de linha do elenco foram divididos em dois para a realização de um jogo de dez contra dez em campo reduzido. 

Sem goleiro e com balizas curtas, o objetivo de cada time era levar a bola até o outro lado para pontuar. O objetivo do trabalho é coordenar os movimentos defensivos da equipe, em marcação alta, bem como treinar a saída de bola contra pressão, quebrando linhas e avançando no campo.

O time amarelo tinha: Gabriel Menino, Marquinhos, Diego Carlos e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Douglas Luiz, Everton Ribeiro, Richarlison, Roberto Firmino e Vinícius Júnior. Já o time azul era formado por: Danilo, Thiago Silva, Felipe, Alex Telles, Allan, Arthur, Lucas Paquetá, Everton, Pedro e Gabriel Jesus.

Depois disso, a Seleção Brasileira fez o que TIte costuma chamar de "treino invisível". 

Em dois campos diferentes, os jogadores simularam situações táticas de jogo e treinaram movimentações defensivas e ofensivas. No fim, os jogadores ainda fizeram ajustes em bolas paradas de ataque e de defesa.

O Brasil vai em busca de mais três pontos para manter a liderança na competição.

História de vitórias

O primeiro jogo entre Brasil e Venezuela foi disputado em 1969, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1970.

No mesmo grupo que Colômbia, Paraguai e Venezuela, a Seleção precisava da primeira posição para garantir uma vaga no Mundial. O Brasil não tomou conhecimento de seus adversários e se classificou com seis vitórias em seis jogos.

Contra a Venezuela, foram duas goleadas, que tiveram um nome em comum: Tostão. Primeiro, o meia-atacante do Cruzeiro marcou três vezes na vitória por 5 a 0 em Caracas. O placar foi completo por dois gols de Pelé.

No jogo de volta, no Maracanã, novo triunfo, dessa vez por 6 a 0, e novo hat-trick de Tostão. O mineiro fez os três primeiros gols da Seleção na partida. Pelé (duas vezes) e Jairzinho deram números finais à goleada.

*Com informações da CBF

Leia mais:

Inter começa com derrota nas quartas de final da Copa do Brasil 

Tite tem novo desfalque na Seleção Brasileiro; veja quem deixa o time