Fonte: OpenWeather

    Libertadores da América


    Grêmio finaliza preparação para jogo das oitavas de final

    No retrospecto do encontro, o time brasileiro venceu duas vezes a equipe paraguaia, empataram dois jogos e perderam apenas um

    A equipe de Renato Gaúcho sofreu apenas uma derrota na Libertadores 2020
    A equipe de Renato Gaúcho sofreu apenas uma derrota na Libertadores 2020 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

    O Grêmio enfrenta o Guaraní, do Paraguai, nas oitavas de final da Libertadores da América. A partida acontece nesta quinta-feira (26), no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, às 21h30.

    O último treino para o duelo aconteceu em solo paraguaio, na tarde desta quarta-feira (25), no Centro de Treinamentos da Conmebol. 

    O centroavante Diego Souza falou em entrevista coletiva antes da atividade iniciarem, e projetou o duelo com o Guaraní. Ele citou as dificuldades que o Grêmio pode enfrentar fora de casa e como superá-las para buscar um resultado positivo. 

    “A temperatura muito alta dificulta, é preciso ter uma estratégia muito boa de jogo e procurar ter o menor desgaste possível, usando a posse de bola. Em jogo de Libertadores você não tem muito o que controlar, mas ter dedicação e nos momentos que ter a bola, ter também inspiração para fazer as coisas acontecerem. Sabemos da importância do jogo e essa adrenalina faz com que estejamos vivos no jogo o tempo inteiro”, respondeu, ao ser questionado sobre as altas temperaturas em Assunção.

    Nesta partida, o Grêmio atinge a marca histórica de 200 partidas jogadas pela Copa Libertadores da América. 

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Palmeiras faz 3 a 1 no Delfín e encaminha vaga na Libertadores 

    Mundo dá adeus ao ídolo do futebol Diego Maradona 

    Manaus FC lança ingresso virtual para partida contra o Remo