Fonte: OpenWeather

    Duplas olímpicas


    Brasil vence o desafio Campeãs da Areia de vôlei de praia

    O torneio, disputado em três sets - realizado no Rio de Janeiro - colocou as atletas nacionais frente a frente com estrelas alemãs e canadenses

     

    E com a vitória brasileira por 15 a 14, em uma virada emocionante na reta final do set, as jogadoras verde e amarelas fizeram a festa em casa
    E com a vitória brasileira por 15 a 14, em uma virada emocionante na reta final do set, as jogadoras verde e amarelas fizeram a festa em casa | Foto: Divulgação/Ari Kaye

    São Paulo -  As duas duplas que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio no vôlei de praia, Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca, venceram o desafio Campeãs da Areia na manhã deste domingo (31). O torneio, disputado em três sets, foi realizado na praia da Urca, no Rio de Janeiro, colocou as atletas nacionais frente a frente com estrelas alemãs e canadenses.

    Na primeira parcial, as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson venceram Ana Patricia e Rebecca por 15 a 10. O segundo set teve a vitória da alemã campeã olímpica Laura Ludwig e Maggie Kozuch sobre Ágatha e Duda pelo placar de 15 a 13. Só que pela regra, a última parcial, que colocou frente a frente os dois quartetos, tinha peso dobrado. E com a vitória brasileira por 15 a 14, em uma virada emocionante na reta final do set, as jogadoras verde e amarelas fizeram a festa em casa.

    Mais experiente entre as brasileiras, a vice-campeã olímpica Ágatha, 37 anos, comemorou o fato de poder reencontrar adversárias tão tradicionais. “A gente estava muito empolgada para este evento, principalmente para disputar o quarteto. Começamos atrás e fomos buscando. No final de tudo, apesar dos resultados nos confrontos de dupla, acabamos dando a vitória para o Brasil. Foi muito divertido, mas tem toda a parte séria, podendo estar diante de duplas de altíssimo nível, que certamente estarão em nosso caminho no Circuito Mundial ou nos Jogos Olímpicos”, analisou Agatha.

    Apaixonada pelo Rio de Janeiro e pelo Brasil, a campeã olímpica Laura Ludwig elogiou muito o evento e a paradisíaca quadra, montada no Forte São João, de frente para o Cristo Redentor e para o Pão de Açúcar. “Quando terminou a disputa de quarteto o nosso sentimento foi: ‘Já terminou? Queremos jogar mais’. Foi uma experiência muito boa, com um visual lindo, de Rio de Janeiro mesmo. Voltar a enfrentar as brasileiras depois de tanto tempo foi muito interessante para nós neste início de temporada”, disse a alemã.

    Leia mais:

    Vôlei de Praia: fase principal do Circuito Brasileiro segue no Rio

    Troféu Super Vôlei abre temporada 2020/2021 com times da elite

    Levantadora Fofão é eleita 3ª melhor estrangeira da Liga dos Campeões