Fonte: OpenWeather

    Renúncia


    Chefe da Olimpíada renuncia após comentários machistas

    No último dia 3, Mori afirmou que as mulheres falavam muito durante as reuniões do conselho, o que para ele era 'irritante'

     

    | Foto: Yoshikazu Tsuno-Reuters

    O chefe da Olimpíada Tóquio 2020, Yoshiro Mori, de 83 anos, renunciou nesta sexta-feira (12) e voltou a pedir desculpas por comentários sexistas que desencadearam uma revolta global.

    No último dia 3, Mori afirmou que as mulheres falavam muito durante as reuniões do conselho, o que para ele era “irritante”.

    "Meus comentários impróprios causaram muito problema. Peço desculpas", disse Mori.

    Um comitê de seleção composto por um número igual de homens e mulheres, e centrado em atletas, escolherá um novo presidente, disse o executivo-chefe da Tóquio 2020, Toshiro Muto, em uma coletiva de imprensa após uma reunião de uma comissão de conselheiros.

    *Via Agência Brasil

    Leia mais:

    Neymar pensa em aposentadoria após lesão 'Não aguento'

    Brasil sediará Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022