Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Ex-presidente do Barça, Josep Bartomeu, é preso após operação

    As revelações levaram a protestos de torcedores e à renúncia de vários membros do conselho e aumentaram a pressão sobre Bartomeu

     

    Uma porta-voz do Barça confirmou que os escritórios foram vasculhados, mas não fez nenhum comentário adicional
    Uma porta-voz do Barça confirmou que os escritórios foram vasculhados, mas não fez nenhum comentário adicional | Foto: Lance

    O ex-presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, foi preso nesta segunda-feira (1º) após policiais catalães fizeram buscas nos escritórios do time da liga espanhola, noticiou a rádio espanhola Cadena Ser.

    Uma porta-voz da polícia regional confirmou que várias prisões foram realizadas na esteira de uma investigação da unidade de crimes financeiros da corporação, sem confirmar o número de presos ou suas identidades.

    Uma porta-voz do Barça confirmou que os escritórios foram vasculhados, mas não fez nenhum comentário adicional.

    A investigação deriva do caso "Barçagate", que foi descoberto no ano passado pela Cadena Ser e revelou que o clube contratou a consultoria de marketing I3 Ventures para monitorar atividades nas redes sociais.

    As revelações levaram a protestos de torcedores e à renúncia de vários membros do conselho e aumentaram a pressão sobre Bartomeu, que acabou entregando o cargo em outubro depois de enfrentar uma moção de desconfiança.

    Os membros do clube elegerão um novo presidente na eleição do próximo domingo (7), que foi adiada em janeiro devido às restrições da covid-19 na Catalunha.

     Leia mais:

    Treinador do Manaus FC se diz satisfeito na liderança do Grupo A

    UFC: 'Marreta' promete melhor versão de luta contra Rakic