Fonte: OpenWeather

    Engano


    Goleiro de rival do Flamengo é acusado de falsificar teste de Covid-19

    Segundo o escritório do Ministério Público chileno na cidade de Viña del Mar, Arias usou exames feitos pelo também argentino Nicolás Ambrosio para ter um resultado negativo e poder jogar

     

    A investigação foi iniciada após reclamações da Secretaria Ministerial Regional de Saúde (Seremi) da região de Valparaíso e do Laboratório Etcheverry
    A investigação foi iniciada após reclamações da Secretaria Ministerial Regional de Saúde (Seremi) da região de Valparaíso e do Laboratório Etcheverry | Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

    Um polêmica envolve o goleiro Alexis Martín Arias, que joga pelo Unión La Calera, equipe chilena que enfrentará o Flamengo pela fase de grupos da Copa Libertadores. O jogador é acusado de utilizar quatro testes PCR realizados por outra pessoa em novembro de 2020 para poder jogar mesmo infectado pelo coronavírus.

    Segundo o escritório do Ministério Público chileno na cidade de Viña del Mar, Arias usou exames feitos pelo também argentino Nicolás Ambrosio para ter um resultado negativo e poder jogar, burlando o protocolo a Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP). Outro envolvido no caso é o ex-diretor da federação chilena e atual gerente do La Calera, Martin Iribarne.

    A investigação foi iniciada após reclamações da Secretaria Ministerial Regional de Saúde (Seremi) da região de Valparaíso e do Laboratório Etcheverry pelos possíveis crimes de roubo de identidade e de pôr em perigo a saúde pública. 

    Flamengo e La Calera estão no Grupo G da Libertadores e se enfrentarão no próximo dia 27, no Maracanã, no Rio de Janeiro, e em 11 de maio, no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera. A Chave tem também LDU de Quito e Vélez Sarsfield.

    *R7

    Leia mais:

    Grêmio perde para o Del Valle e é eliminado da Libertadores

    Cancelamento de Olímpiada é uma possibilidade, diz líder do Japão