Fonte: OpenWeather

    Grêmio decide


    Renato Gaúcho é demitido após queda do Grêmio na Libertadores

    A pressão sobre ele já existia durante as conversas para a renovação, no início de março

     

    Enquanto jogador, ele foi o grande herói do título mundial em 1983
    Enquanto jogador, ele foi o grande herói do título mundial em 1983 | Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Renato Gaúcho deixa o comando do Grêmio um dia após a eliminação na fase prévia da Libertadores. O treinador deixa o clube para sua terceira passagem como comandante após um trabalho de quase cinco anos e muitos títulos, com destaque para a Libertadores em 2017.

    Logo após a eliminação do clube na terceira fase da Libertadores, com derrota para o Independiente del Valle, nesta quarta (14), mesmo sem estar no jogo, já que ainda se recupera de Covid-19, Renato foi alvo de cobranças e contestações internas e externas. A pressão sobre ele já existia durante as conversas para a renovação, no início de março, com correntes internas do clube se posicionando contra a permanência.

    Ele se consolidou ainda mais como o maior ídolo da história gremista. Enquanto jogador, ele foi o grande herói do título mundial em 1983. Ele possui até mesmo uma estátua na Arena do Grêmio

    Leia mais:

    Goleiro de rival do Flamengo é acusado de falsificar teste de Covid-19

    Arrascaeta desfalca Flamengo nesta quinta (15) contra Vasco